(Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock)

Quem acompanha o Tecmundo já deve ter visto algumas notícias que revelam conceitos de tecnologias que tentam angariar fundos para saírem do papel ou para poderem atingir uma escala comercial.

Geralmente, esses projetos recorrem a serviços de financiamento coletivo, os quais consistem em sites que veiculam essas ideias e permitem que qualquer pessoa contribua com doações dos mais variados valores.

Essas contribuições podem ou não dar algum retorno para a pessoa, mas na maioria das vezes você ganha pelo menos uma lembrança de agradecimento, como camisetas, adesivos, chaveiros, entre outros.

Outra prática comum entre os “anunciantes” é a possibilidade de adquirir o item oferecido em uma espécie de pré-venda, ou seja, você faz a “doação” e, se o projeto for para frente, recebe uma unidade (ou mais dependendo do valor doado). Caso a meta do realizador não seja atingida, todos os contribuintes recebem seu dinheiro de volta.

Entre os serviços de financiamento coletivo mais respeitados, estão o Indiegogo, o Kickstarter e o Catarse. Nós passamos por eles e selecionamos alguns dos projetos mais interessantes, inusitados e usuais que ainda estão em aberto ou tiveram sucesso em sua empreitada na captação de recursos.

1. Seu smartphone mais inteligente

O Gecko é um dispositivo criado com a intenção de tornar o seu smartphone mais “inteligente”, ou pelo menos mais prático. Esse equipamento usa o Bluetooth para se conectar ao celular e enviar comandos. A diferença é que ele não possui botões, utilizando um acelerômetro para transformar movimentos em ações do gadget.

Assim, por exemplo, você pode chacoalhá-lo uma ou duas vezes seguidas e balançá-lo para direita ou para a esquerda com o objetivo de disparar a captura de uma foto e controlar o player de música do smartphone.

Além disso, o Gecko conta com um sistema de localização, servindo para localizar objetos que você costuma perder pela casa ou esquecer no escritório, como bolsa e chaves. Esse mecanismo ainda pode ser usado para monitorar seu bicho de estimação, recebendo um aviso quando ele se afasta a uma determinada distância de casa.

2. Autorama virtual 

Bicicletorama é um projeto criado por brasileiros (e alguns estrangeiros) de uma espécie de jogo que mistura a realidade com o mundo virtual. O game utiliza a mecânica de funcionamento do autorama, mas os carrinhos não são feitos de plástico ou ferro, mas sim projetados no chão.

A pista pode ser montada com qualquer objeto sólido e mudada a qualquer momento, pois o equipamento efetua um mapeamento do ambiente em tempo real. Contudo, a grande inovação aqui está na forma de controlar os veículos: em vez de um joypad, você usa uma bicicleta para determinar a velocidade e direcionar os carrinhos.

E fique de olho na página no Facebook do Bicicletorama, pois o projeto já saiu do papel e percorre várias cidades em eventos culturais. Quem sabe você não tem a oportunidade de correr nesse jogo?

3. De olho no seu bicho de estimação

Você ama tanto o seu bicho de estimação que passa o dia preocupado em saber como ele está enquanto fica sozinho em casa? Então o Petcube pode ser um equipamento para acabar com a sua aflição. Ele consiste em um cubo composto por uma câmera, um microfone, um ponto de laser e uma placa de conexão a redes WiFi.

Essa combinação de componentes permite que você veja e escute o que seu bichano está fazendo, fale com ele, o distraia por alguns instantes e registre fotos e vídeos para compartilhar via rede sociais. Tudo isso diretamente do seu smartphone ou tablet enquanto faz uma pausa para o café no trabalho ou no intervalo de uma aula.

4. Sustentabilidade no campo e em casa

Uma das formas alternativas do cultivo de plantas é a hidroponia, a qual se resume a técnicas de plantio sem a utilização do solo, deixando as raízes em contato apenas com soluções à base de água e nutrientes dissolvidos. O Genesis Controller visa tornar essa prática mais simples, eficiente e viável.

Para isso, este equipamento usa tecnologia como forma de automatizar o gerenciamento das dosagens dessas soluções nutritivas para as plantas. Dessa forma, após alguns minutos de configuração, o dispositivo toma conta de todo o cultivo para você, ajustando os nutrientes e a acidez para que as plantas cresçam saudáveis. O projeto já bateu sua meta, embora ainda esteja ativo por alguns dias, e deve contar com modelos para uso comercial e domiciliar.

5. Alternativa ao Google Glass

O Google Glass promete ser um dispositivo revolucionário para a forma como interagimos com o mundo virtual via recursos de realidade aumentada. O ION Glasses tem uma proposta parecida, só que mais simples — o que não significa que ele seja menos usual.

Este aparato é um par de óculos, que pode inclusive ter lentes de proteção solar, dotado de componentes que o permitem permanecer conectado a um smartphone. Dessa forma, ele pode alertá-lo sobre qualquer atividade no celular por meio de luzes de diferentes cores.

Mais do que isso, o ION Glasses é capaz de executar comandos no celular, como o de tirar uma fotografia, trocar de música ou passar um slide em uma apresentação. Como se isso não bastasse, ele possui um recurso de localização para que você o encontre em qualquer lugar.

6. Sonhando acordado, ou quase isso

LUCI é sistema avançado de indução de sonhos lúcidos. Em outras palavras, ele é um dispositivo para que você tenha o controle sobre os seus sonhos e obtenha experiências sensoriais muito mais realistas.

O equipamento é colocado em torno da cabeça, sendo feito de um silicone bastante confortável. O eletrodo localizado na parte de trás dele fica responsável por identificar as ondas cerebrais e, quando você atinge o estágio do sono mais pesado (conhecido como REM), ele emite mensagens por meio de um fone de ouvido dizendo: “Isso é um sonho. Obtenha o controle”.

Com isso, o cérebro é estimulado e começa a funcionar como se você estivesse acordado. Como resultado, você pode ter a sensação de voar sobre a cidade como o Superman, andar pela Lua ou conhecer o seu artista favorito.

7. Um botão a mais no seu Android

Os modelos mais recentes de smartphones trazem edições de sistemas operacionais com cada vez mais opções de comandos por gestos, seja o balanço do aparelho ou o movimento dos seus olhos. O problema é que nem sempre essas ações são tão precisas quanto gostaríamos. Por isso, foi criado o Pressy: um botão físico que é acoplado à entrada do fone de ouvido de gadgets com Android.

Com ele, você tem a possibilidade de configurar uma infinidade de ações a partir de variadas sequências de toques no botão. Por exemplo, basta você pressionar o Pressy duas vezes rapidamente para realizar uma chamada para sua mãe ou um toque curto seguido de um longo para tirar uma foto e compartilhá-la em sua rede social predileta. Caso você deseje escutar música, o dispositivo pode ser guardado em um pequeno estojo portátil e que pode ser carregado junto com as suas chaves.

8. Anjo da guarda

Aqueles que se preocupam com sua saúde e da sua família terão no Angel, que já ultrapassou sua meta de financiamento, um grande aliado. Essa pulseira conta com uma série de sensores que monitoram diversos sinais vitais, incluindo batimentos cardíacos, temperatura, oxigenação do sangue, entre outros.

Basta estar com ela no pulso ou deixá-la sendo usada por quem quiser para ser monitorado 24 horas por dia durante os sete dias da semana, podendo assim ser alertado quando seus batimentos estão muito acelerados enquanto você está praticando esportes ou se a febre da sua filha está baixando.

O Angel também pode servir como um contato direto entre médicos e pacientes, alertando o profissional da saúde que um de seus pacientes que usa essa pulseira está com a pressão muito alta e precisa de atendimento imediato.

O programa com o qual o dispositivo interage tem seu código aberto e pode se integrar a qualquer outro software, desde que os desenvolvedores se interessem, o que abre a possibilidade dele ser usado por apps de treino físico, como Strava ou RunKeeper.

9. Impressora 3D que se reproduz

Metamáquina 3D é mais um projeto bem-sucedido idealizado por brasileiros, tendo como objetivo a popularização das impressoras 3D no país. Para isso, três jovens resolveram fabricar uma impressora que pode produzir as peças que fazem parte da sua própria composição, ou seja, ela é capaz de se “reproduzir”.

Por R$ 2,9 mil, alguns dos financiadores levaram para casa um kit com tudo o que é preciso para montar a impressora 3D, com manual de instrução ilustrado em português e mais 200 gramas de plástico ABS.

O valor pode parecer alto, mas um modelo comercial tradicional sai por muito mais do que isso — fora o fato de que você pode dividir esse preço com alguns amigos ou familiares e produzir uma impressora para cada um depois que a primeira for entregue.

10. Cadê meu carregador?

A tomada do seu quarto, sala ou escritório já não está suportando a quantidade de eletrônicos que você usufrui no dia a dia? Esse é um problema muito comum, e para solucioná-lo foi inventado o thingCHARGER.

Esse dispositivo consiste em um adaptador que oferece, além das tradicionais entradas de qualquer tomada, duas entradas USB convencionais na sua parte inferior e um encaixe na sua parte superior — que conta com diferentes formatos de conectores, como micro USB e o de 30 pinos dos gadgets da Apple.

Assim, você pode carregar até cinco aparelhos simultaneamente e não passar apuros nos momentos que mais precisa do seu smartphone, tablet, player de música ou notebook, por exemplo.

11. Abra seus ouvidos

Estudos mostram que o número de atropelamentos tem aumentado principalmente nas grandes cidades devido ao uso constante de fones de ouvido por parte dos pedestres, desviando a atenção deles do trânsito.

O Sound Band pode ser uma tecnologia capaz de amenizar essa situação. O diferencial deste dispositivo é a dissipação do som por meio da estrutura óssea do seu crânio. Além de ter um menor impacto nos tecidos internos do sistema auditivo, basta colocar os fones atrás da orelha que as vibrações percorram os poros ósseos até o tímpano.

12. Do papel para o iPad

Há quem diga que os aparelhos eletrônicos já assumiram o lugar das “velhas tecnologias“. Contudo, há quem ainda prefira um pedaço de papel e um lápis para escrever ou rabiscar ideias. O iSketchnote vem para combinar o mundo real com o virtual.

O dispositivo é uma combinação de capa de proteção para o iPad, uma caneta capacitiva do estilo stylus e um aplicativo para iOS. Assim, tudo o que você desenha ou escreve em um caderno ou bloco de anotações é sincronizado imediatamente com o tablet da Maçã.

13. Modelação 3D direto do celular

Já imaginou se você pudesse saber a exata dimensão de um edifício simplesmente tirando uma foto dele? Bem, é basicamente essa a proposta do Spike, um mecanismo que reúne um compasso, um laser e uma placa de comunicação Bluetooth para promover um aparato de realidade aumentada inovador.

Assim, é possível capturar, medir, mapear e compartilhar modelagens 3D construídas com base em uma fotografia tirada com o seu smartphone. A lente do Spike é capaz de capturar e mensurar estruturas a uma distância de até 182,88 metros.

.....

Obviamente, essa é uma pequena amostra entre os milhares de projetos existentes nesses serviços de financiamento coletivo, sendo que outros milhares já devem estar sendo pensados e podem entrar nesses sites a qualquer momento. Se você conhece mais algum projeto bacana, compartilhe com a gente e os demais leitores deixando seu comentário.

Cupons de desconto TecMundo: