Estados Unidos podem ter utilizado veículo similar ao do conceito acima. (Fonte da imagem: Aviation Week)

A captura e morte de Osama Bin Laden no último domingo, após dez anos de buscas, pode não ter sido o único fato relevante da operação realizada pelos Estados Unidos no Paquistão. O veículo utilizado no deslocamento dos agentes norte-americanos para chegar ao local em que o terrorista se escondia, um helicóptero com alta capacidade de infiltração, também chamou a atenção.

O governo dos Estados Unidos não divulgou oficialmente qual foi o modelo usado na operação, mas especula-se que seja uma versão melhorada (e até então mantida em sigilo) do H-60 Blackhawk, porém agora contando com aprimoramentos que causam a “invisibilidade”.

Foram incorporados acessórios e modificações que causam efeitos como a redução de barulhos no motor e a impossibilidade de detectá-lo através de sinais transmitidos aos radares.

O pedaço da cauda do veículo foi encontrada próximo ao esconderijo do terrorista. (Fonte da imagem: EPA)

O helicóptero passou despercebido pelo sistema antiaéreo paquistanês, mas sofreu uma queda durante a operação e foi abandonado no local, sem antes ter sido destruído pelas tropas norte-americanas.

Um pedaço da cauda separou-se do veículo e permaneceu intacto, servindo de base para as especulações de especialistas. As peças mostravam hélices e estabilizadores especiais que não são utilizados em modelos convencionais. Luzes infravermelhas auxiliam na camuflagem contra equipamentos de detecção.

Segundo o site Aviation Week, tecnologia similar foi usada no Boeing/Sikorsky RAH-66 Comanche, um protótipo cancelado em 2004, mas não era de conhecimento público que tais veículos continuavam sendo desenvolvidos atualmente.

Cupons de desconto TecMundo: