O jato militar da Lockheed Martin F-35 Lightning II já é poderoso por si só, mas um acessório nada barato deixa o piloto que o controla ainda mais eficiente. Trata-se do capacete, que está longe de ser apenas uma simples proteção.

Para começar, ele custa US$ 400 mil cada, já que é carregado de tecnologias. Um display embutido exibe para o piloto várias informações sobre o voo, como altitude, velocidade do vento e outros dados que antes ficavam em um display separado no painel da aeronave. Há ainda visão noturna, zoom, encaixe para ser posicionado no centro das pupilas do piloto (garantindo visão natural das informações do painel) e um design leve e ergonômico.

Porém, o grande destaque é a possibilidade do piloto enxergar ao seu redor, como se o jato fosse "invisível". Ao mover a cabeça para os lados, ele pode ver se há algum veículo próximo, por exemplo, ou direcionar o capacete para baixo para examinar o solo.

Na verdade, esse é um truque: câmeras posicionadas em diversos ângulos do F-35 gravam em tempo real e transmitem a imagem para o capacete a partir de sensores. No vídeo acima, um dos pilotos de teste explica mais ou menos como isso acontece e qual a sensação proporcionada.

A tecnologia de integração entre capacete com display e veículo de combate deve ser empregada em breve também em tanques.

Cupons de desconto TecMundo: