O Helmet Mounted Display Systems (HMDS) para uso em caças F-35, um capacete fabricado pela Rockwell Collins que custa “apenas” US$ 400 mil, é uma peça verdadeiramente exclusiva. De acordo com a Lockheed Martin, empresa especializada na fabricação de produtos aeroespaciais, esse equipamento é integrado com o hardware e software que o tornam o “sistema helmet-monted display (HMD) biocular mais avançado do mundo”.

O HMD é um conceito empregado em capacetes usados em aeronaves modernas, especialmente aquelas utilizadas em combate. O sistema projeta informações em um display único, mas que cobre toda a visão do piloto, exibindo informações essenciais e críticas para conhecimento da situação e dados sobre o veículo e armamento.

O preço HDMS criado pela Rockwell Collins, convertido diretamente para o real usando a cotação atual, seria de aproximadamente R$ 1,3 milhão. Acha que esse é um valor astronômico a ser pago para um capacete de pilotagem de um F-35? Quem sabe você mude de ideia depois de assistir o depoimento de um piloto de testes da Lockheed Martin que tece elogios sobre o equipamento.

Segundo o piloto, o capacete é “transformador” quando levamos em consideração o que ele oferece ao usuário em relação ao conhecimento da situação. O equipamento é capaz de apresentar todas as informações necessárias diretamente na “cara” do piloto, como altitude, velocidade e muitos outros aspectos que interferem no voo.

Além disso, o capacete também conta com uma câmera gravadora equipada com visão noturna, sistema redutor de ruídos, scanner 3D para ajuste das projeções para cada piloto, lentes que não atrapalham a visualização lateral e muito mais. Será que estamos muito longe de ter a experiência o que o Homem de Ferro tem enquanto usa o seu traje?

Será que estamos muito longe de experimentar essa sensação de Robert Downey Jr.?

Cupons de desconto TecMundo: