Você provavelmente nunca ouviu falar sobre os SEALs, mas saiba que eles são uma força militar bastante atuante no mundo todo. O nome desse grupo de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos vem das palavras Sea, Air e Land Teams e ele é formado por soldados treinados para atuar no mar, ar e terra.

Para aqueles que jogaram os últimos jogos de Counter-Strike, talvez a sigla seja um pouco familiar. A corporação aparece em alguns títulos da série como uma facção fictícia do time Counter-Terrorist. A participação em guerras e operações militares também é notável. Conheça agora um pouco mais sobre essa corporação que deixou algumas influências na indústria dos games e filmes.

Lema: O único dia fácil foi ontem.

Breve origem

A história por trás dos SEALs remonta à Segunda Guerra Mundial, ocasião em que a Marinha dos Estados Unidos percebeu que precisava de um time especializado em reconhecimento de praias para desembarque. Outra função seria reportar os perigos e obstáculos aos times que desceriam em terra.

Em 1942, a Scouts and Raiders surgiu para cumprir essa tarefa e, com o passar dos anos, essa força militar foi agregando funções e vitórias em vários combates e se tornou o que chamamos de SEALs.

Atuações

Os SEALs tiveram participação em muitas guerras e investidas militares relevantes que ocorreram no globo. Na Guerra da Coreia, de 1950, essa força de operação teve a participação de uma forma primitiva do grupo, antes mesmo de obterem o nome que define suas habilidades de atuação. O mesmo aconteceu na Guerra do Vietnã, período em que os SEALs, de fato, nasceram.

O grupo também atuou na guerra envolvendo o Iran e o Iraque, na invasão de Granada e do Panamá e nos recentes confrontos no Afeganistão e no Iraque. Porém, o envolvimento que ganhou maior notoriedade foi aquele que culminou com a morte de Osama bin Laden, em 2011.

Os SEALs faziam parte de outro time atuando na operação, mas, depois de anunciada a morte do terrorista, a força de operação especial ganhou bastante destaque na mídia.

Influências

Aproveitando a popularidade dos SEALs, muitos títulos tentaram trazer o grupo para o universo dos games. Além do já citado Counter-Strike, Call of Duty 4: Modern Warfare e Medal of Honor: Warfighter foram alguns dos jogos que trouxeram referências aos SEALs.

SOCOM 4: U.S. Navy SEALs trouxe, no título, um memorial para a atuante força norte-americana. Lone Survivor (2011) e Captain Phillips (2013) foram filmes que também tiveram, em seu enredo, partes baseadas na história da corporação.

Olhando o site dos SEALs, não há como deixar de lembrar as páginas iniciais de alguns jogos ambientados em guerra, como Battlefield 4. Isso mostra como a corporação também está interessada em atrair aqueles que visitam seu espaço na web.

Além disso, a força especial tem um canal no YouTube através do qual divulga várias notícias e ocorrências dentro da corporação. O vídeo a seguir mostra quão difíceis são os testes de uma competição que reúne os recrutas em treinamento para ingressar nos SEALs.

A corporação tem, inclusive, uma loja online em que vende desde aparatos tecnológicos, roupas e acessórios até e-Books, livros e DVDs sobre treinamentos. Se você ainda não conhecia os SEALs, vale a pena guardar esse nome. Provavelmente você ainda ouvirá falar deles novamente.

Cupons de desconto TecMundo: