Um dos projetos norte-americanos mais polêmicos dos últimos tempos está prestes a ser deixado de lado. O HAARP, sigla para High Frequency Active Auroral Research Program, será desativado a partir do mês de junho por conta do seu alto custo de manutenção – cerca de US$ 5 milhões por ano.

Mantido pela Força Aerea dos Estados Unidos, o centro de pesquisas foi criado na década de 90 e tinha como objetivo realizar pesquisas na ionosfera, região situada a uma altitude entre 85 km e 600 km do solo. O laboratório “secreto” fica na cidade de Gakona, no Alaska, mas é utilizado por pelo menos uma dezena de universidades.

A quantidade de pesquisas que surgiram a partir do uso das instalações é imensa e desde a implantação do projeto mais de US$ 300 milhões foram investidos no local. Em razão do caráter experimental do projeto, muitas teorias da conspiração afirmam que o objetivo da iniciativa era controlar o clima. Entretanto, nenhuma relação foi comprovada ao longo dos anos.

Cupons de desconto TecMundo: