A Marinha dos Estados tem contado com a linha CH-53 de helicópteros de carga da Sikorsky desde os anos 60 e está prestes a receber um novo integrante de peso. O novo modelo CH-53K King Stallion será o sucessor do Super Stallion utilizado atualmente pelas forças armadas do país e deve ser entregue à Marinha do país até 2019.

Mais do que um substituto para o modelo atual, o King Stallion consegue carregar o dobro de carga com as mesmas dimensões que o seu antecessor e consumindo 20% menos combustível. Tudo isso é possível graças a um trio de motores da GE de 7.500 cavalos de força de potência.

Modelo CH-53 E Super Stallion em ação

Mesmo carregado, o novo helicóptero será capaz de atingir a velocidade de 370 quilômetros por hora  – 55 a mais que a velocidade máxima do modelo atual. Por fim, o interior do King Stallion também apresenta várias novidades, com um cockpit que conseguiu reduzir a área ocupada por painéis de controle em 15% graças a nova tecnologia, tornando o interior da cabine do pilote 30 cm mais largo.

“A chegada do novo CH-53K introduz uma nova era a aviação da Marinha e é um marco importante para os 91 anos de história da nossa companhia”, declarou o presidente da Sikorsky Mick Maurer. “Com a sua maior capacidade, o novo King Stallion será mais eficiente para transportar tropas e equipamentos de navios para terra firme, além de poder realizar estas tarefas a maiores velocidades e altitudes” concluiu.

Enquanto os testes do novo helicóptero foram iniciados no último mês, o King Stallion ainda precisa enfrentar alguns milhares de horas de voo antes de realizar o seu primeiro voo oficial. Enquanto isso, a Marinha dos Estados Unidos esperar contar com 200 unidades do novo veículo de carga até 2019 – algo que custará ao governo do país um total de US$ 25 bilhões (cerca de R$ 55,4 bilhões).

Cupons de desconto TecMundo: