O Kitty Hawk, uma espécie de “jet ski voador”, está pronto para o uso. O projeto, que foi tocado na surdina via startup financiada pelo conglomerado Alphabet, passou pelos testes iniciais e realizou um passeio completo sobre as águas de um lago nas proximidades de São Francisco, nos Estados Unidos. E mais: tudo isso foi controlado a partir de um mecanismo semelhante ao funcionamento de um joypad.

Para comprar um é preciso se tornar membro e fazer exercícios com simulador

“Para os controles de voo usamos os polegares, como no Xbox. O direito permite inclinar o veículo para qualquer direção e o esquerdo controla a altitude e a direção. Pretendemos oferecer uma experiência tão universal quanto familiar possível”, afirma Cameron Robertson, que ao lado de Todd Reichert assina a engenharia do produto.

Veja um vídeo de bastidores da experiência, divulgada pelo Business Insider:

Um produto para todo mundo

Segundo os engenheiros, a proposta é levar essa sensação de liberdade para um público amplo. “Os pilotos vieram de diferentes backgrounds, isso foi fundamental em nossos testes. Eles vieram do mundos dos esportes, passando por entusiastas de paraglider até piloto de helicópteros. Demos para cada um exercícios personalizados para que eles fossem se habituando gradualmente à experiência de voo”, comenta Reichert.

Chamado de “experiência individual de voo”, o Kitty Hawk atende as exigências da Federal Aviation Administration (FAA ou “Administração Federal de Aviação”) estadunidense e não exige habilitação. Quem quiser um desses brinquedinhos, contudo, terá que desembolsar uma quantia um tanto quanto salgada: para se tornar membro é preciso pagar US$ 100, o que dá direito a um simulador e demonstrações, além de novidades sobre o veículo; e a pré-compra, ainda sem previsão de abertura, garante desconto de US$ 2 mil.

O valor total não foi divulgado por enquanto e ainda há questões legais sobre trânsito para ser resolvidas, então também não existe uma data certa de lançamento.

Cupons de desconto TecMundo: