A poluição é um grande problema da maioria dos grandes centros urbanos em todos os países do mundo, e a capital do Reino Unido não é diferente. Agora, no entanto, a Ford firmou uma parceria com o governo de Londres para ajudar a cidade a dar um primeiro passo na direção de um futuro com menos emissões e, portanto, com ar mais limpo.

Com apoio do Advanced Propulsion Centre, uma instituição de pesquisa financiada pelo Estado, a empresa acaba de dar início a um teste de 12 meses, durante os quais vai fornecer acesso a uma frota de vans Transit Custom híbridas plug-in para negócios que atuem na capital. Os veículos serão usados principalmente em trajetos dentro da cidade, seja para fazer entregas ou serviços de manutenção.

As vans vão ficar em teste na capital britânica por 12 meses

Como a maior parte das movimentações das vans vai ser em baixa velocidade e por curtos períodos de tempo e as baterias elétricas podem ser recarregadas na tomada, teoricamente é possível que os carros operem usando apenas eletricidade. Dessa forma, seria possível cortar as emissões de gás carbônico para zero no processo.

Primeiro passo

Obviamente, isso não diminuiria o impacto dos veículos particulares na poluição da cidade, mas já seria um primeiro passo interessante. As vans são uma parte importante dos serviços prestados em Londres, representando 75% do volume de tráfego de carga nos horários de pico. Somadas, elas fazem uma média de 280 mil viagens em um dia útil comum, percorrendo um total aproximado de 12,9 milhões de quilômetros diários.

O teste de 12 meses também traz benefícios para a Ford, servindo como uma prévia das ações futuras da empresa no sentido da eletrificação de seus carros. Recentemente, a fabricante já revelou planos de anunciar 13 novos modelos elétricos globais ao longo dos próximos 5 anos, incluindo até mesmo possantes como o Mustang e a picape F-150.

Cupons de desconto TecMundo: