A Ford parece que resolveu começar o ano anunciando o impensável e revelou planos para lançar, até 2020, uma versão híbrida de seu icônico muscle car, o Mustang – sem falar na picape F-150, que também receberá uma variante combinando motor elétrico e a combustível no mesmo ano. Ambas as novidades são frutos do novo plano de negócios da fabricante, que envolve US$ 4,5 bilhões em investimentos e deve resultar no anúncio de 13 novos carros elétricos nos próximos cinco anos, alguns até com capacidades de condução autônoma.

De acordo com o CEO da companhia, Mark Fields, parte da estratégia envolve o cancelamento da construção da fábrica de US$ 1,6 bilhão que a Ford pretendia montar no México. Segundo ele, a decisão não veio de qualquer tipo de pressão por parte do governo Trump, mas sim da determinação do que seria bom para os negócios da empresa.

A Ford pretende anunciar 13 carros elétricos nos próximos cinco anos

Dessa forma, a companhia pretende aplicar US$ 700 milhões para aprimorar suas instalações no estado norte-americano de Michigan, dando origem a 700 novas vagas de emprego no território dos Estados Unidos. Todos esses investimentos ajudarão a empresa a atingir seus planos com relação a veículos elétricos, que incluirão linhas de grande importância para a Ford, como os Mustangs e F-150.

Clássicos atualizados

Antes que os apaixonados por muscle cars tenham um colapso nervoso, vale ressaltar que a Ford promete potência inquestionável no seu vindouro Mustang Hybrid. De acordo com Fields, o monstrão combinará a força de um V8 com o torque e a economia de combustível pelos quais os carros elétricos são famosos.

O primeiro Mustang híbrido pode chegar já em 2020

“No papel, um Mustang híbrido não soa muito especial, mas quem já experimentou a aceleração incrível de um veículo elétrico sabe que isso pode ser exatamente o que faltava para ele ser o carro de alto desempenho para toda uma nova geração”, pontua Brian Moody, diretor executivo da Autotrader. Por enquanto, tudo o que se sabe sobre a novidade é que ela será produzida na fábrica de Michigan, de forma que detalhes sobre o motor permanecem um mistério.

A F-150 híbrida, por sua vez, também demonstra a seriedade dos planos da Ford com relação aos investimentos em propulsão elétrica. Faz anos que a picape vem mantendo sua posição de destaque entre os veículos mais vendidos dos EUA e é responsável por boa parte dos lucros da companhia no país. De acordo com Fields, a versão planejada para 2020 poderá funcionar como um gerador móvel de energia, alimentando até um local de obra inteiro.

A picape F-150 também vai ganhar uma versão híbrida

Novidades para os próximos anos

Sem revelar muitos detalhes, Fields também mencionou outros veículos que a Ford deve lançar até 2020. A empresa está trabalhando em um SUV compacto totalmente elétrico que seria capaz de rodar mais de 480 km com uma carga total da bateria e que seria vendido na América do Norte, Europa e Ásia.

O planos também incluem um SUV 100% elétrico, dois carros policiais, uma van híbrida e um carro autônomo para compartilhamento

Mais um destaque nos planos de inovação da fabricante é um “veículo autônomo [fabricado em] grande volume desenvolvido para compartilhamento de carros ou solicitação de caronas, inicialmente no território norte-americano”, esse pensado para 2021. Uma van híbrida Transit Custom do tipo plug-in (recarregada via cabo de força) deve chegar à Europa em 2019 e a empresa está trabalhando em dois “carros policiais híbridos apropriados para perseguições”.

Para ajudar na alimentação de todos esses veículos, a Ford também está testando um sistema de reabastecimento elétrico com base em locais de estacionamento e sem utilização de fios ou cabos. Além disso, a companhia está colaborando com fabricantes de carros europeias para desenvolver uma rede de carregamento rápido no Velho Continente, com planos iniciais de 400 locais. Caso dê certo, essa iniciativa concorrerá diretamente com a Supercharger network da Tesla.

Cupons de desconto TecMundo: