Os boatos de que a Google teria desistido da ideia de fabricar seu próprio carro autônomo nem esfriaram ainda, mas parece que a verdade é bem diferente do que os rumores haviam indicado. Em vez de matar o projeto, a Gigante das Buscas está separando a divisão que trabalhava nele e, assim, criando uma nova empresa, chamada Waymo, que vai atuar diretamente sob a Alphabet.

Nos 8 anos enquanto estava sob tutela da divisão Google X de experimentação, o veículo autônomo da companhia de Mountain View acumulou um total de 3,22 milhões de quilômetros rodados. A novidade foi anunciada em São Francisco pelo CEO da empresa recém-nascida, John Krafcik, e na prática significa que o produto finalmente está sendo preparado para comercialização.

“Nós somos uma companhia de carros autônomos com a missão de tornar fácil e seguro que pessoas e coisas andem por aí”, afirmou o executivo. Embora o significado exato dessa frase não tenha sido esclarecido, o CEO mencionou serviços como compartilhamento de veículos, envio de mercadorias, logística e venda de automóveis pessoais para usuários individuais.

Acelerando

De acordo com o TechCrunch, a Waymo está trabalhando em parceria com a Fiat Chrysler para produzir 100 minivans autônomas Chrysler Pacifica, que no momento estão em “fase de construção” e deverão passar por testes nas pistas. Resta agora saber quando o projeto da Google vai chegar oficialmente ao mercado e se estará apto a competir com empresas como Tesla, Ford, General Motors e Uber, entre outras.

Cupons de desconto TecMundo: