Depois de exibir o novo modelo da Amarok em seu estande no Salão do Automóvel, a Volkswagen trouxe a picape para as concessionárias brasileiras em seis variantes distintas. Segundo a empresa, a versão 2017 do veículo chega com diferenças no seu design frontal e interior. No entanto, as principais novidades são o pacote tecnológico e itens que eram opcionais em anos anteriores, mas passam a ser de série agora.

Durante um evento recente, a fabricante convidou a imprensa para conhecer um pouco mais sobre a picape e experimentar seu desempenho na estrada, nas pistas e em situações off-road. O TecMundo esteve presente na ocasião e agora traz para vocês as principais informações sobre a Amarok 2017 e nossas impressões do test-drive.

Design renovado

Falando primeiro das novidades visuais, a principal diferença externa está na frente do carro, que passou a adotar uma aparência mais moderna de acordo com os conceitos aplicados aos veículos mais recentes da Volkswagen. Aqui podemos ver um parachoque mais retilíneo e entradas de ar em forma de colmeia. Também já é possível notar aqui um dos itens que agora vêm de série: os faróis bixenônio com luz de condução diurna (DRL) em LED.

A frente da Amarok 2017 é uma das partes que mais mudaram

Nas laterais o destaque fica com as rodas de liga-leve de 16 a 20 polegadas, dependendo da versão – variedade de tamanhos que a fabricante afirma ser a maior oferta no segmento. Todos os modelos também ganham o adesivo 4Motion nos lados da caçamba, ressaltando a tecnologia de tração 4x4 da Volks. No total, a Amarok chega em seis  cores distintas, mas a opção metálica Azul Ravenna é exclusiva para a série Extreme, assim como as rodas de 20 polegadas.

No interior, o design do painel se tornou mais retilíneo e trocou as saídas de ar redondas por um formato mais quadrado. Os bancos ganham destaque por seu formato confortável, que “abraça” os ocupantes nos assentos dianteiros, e foram certificados pela associação alemã AGR (“Aktion Gesunder Rücken”), focada na saúde das costas.

O painel ganhou um design mais reto e sistemas de infotainment melhorados

“Picape mais conectada”

Entre os itens tecnológicos interessantes da Amarok 2017, está o sistema “Post-Collision Braking”, que garante a frenagem automática caso a picape detecte uma colisão. O Controle Automático de Descida (HDC) garante segurança na hora de descer de rampas de frente ou de ré. Além disso, a picape agora conta com três opções de sistemas de infotainment, chamadas Composition Audio, Composition Media e Navigation Discover Media.

A primeira delas vem de série na variante SE da nova Amarok e dispõe de conectividade Bluetooth com streaming de áudio, leitor de CD e MP3, slot para cartão SD e entradas USB e auxiliar. A partir da versão Trendline, pode-se contar com a segunda opção, que tem tela colorida e touch de 6,33 polegadas, sensor de aproximação e conectividade via App-Connect, que espelha parcialmente a tela do seu smartphone com Android Auto, Apple CarPlay ou MirrorLink.

Os modelos com o display touch oferecem o sistema App-Connect da fabricante, com Android Auto e Apple CarPlay

Por fim, os modelos de ponta Highline e Extreme dispõem do Discover Media, que oferece os mesmos benefícios dos sistemas mais simples, mas acrescenta algumas coisas. Entre elas, estão um recurso próprio de navegação, reprodução de mensagens SMS por áudio, resposta por comandos de voz, assistência de estacionamento e atualização periódica gratuita da base de mapas durante toda a vida do veículo.

Motores e preços

A linha 2017 da picape Volkswagen será oferecida no mercado brasileiro nas versões S (cabine simples e cabine dupla), SE, Trendline, Highline e Extreme. Na variante S, a Amarok 2017 conta com o motor 2.0 turbodiesel com 140 cv de potência e 34,7 kgfm de torque, associado ao câmbio manual de seis marchas.

A versão Extreme é a mais completa e é a única que pode ter rodas de 20 polegadas e essa cor azul

Nas demais opções, o motor é um 2.0 diesel com dois turbocompressores com potência de 180 cv e torque de 40,8 kgfm com câmbio manual (na versão SE) e 42,8 kgfm com transmissão automática de oito velocidades (que vem de série da Trendline em diante). Na Highline, também estão inclusos indicadores individuais de perda de pressão em cada um dos pneus e airbags laterais de tórax e de cabeça para motorista e passageiro.

Confira a seguir os preços de cada variante da Amarok 2017:

  • Versão S cabine simples: R$ 113.990
  • Versão S cabine dupla: R$ 126.990
  • Versão SE: R$ 130.990
  • Versão Trendline: R$ 148.990
  • Versão Highline: R$ 167.990
  • Versão Extreme: R$ 177.990

Alguns dos diferentes modelos da Amarok 2017

Nossas impressões

Durante o evento, tivemos a oportunidade de testar o carro em uma série de condições distintas, indo das estradas e pistas até terrenos off-road. Partindo de Guarulhos, em São Paulo, fomos na estrada até o Haras Tuiutí, mais para o interior do estado. Durante esse trajeto, pudemos conferir o conforto dos assentos, realmente acentuado, o bom desempenho na estrada e o espaço interno, que não é dos mais amplos, mas não chega a causar incômodo.

Chegando ao destino, pudemos levar a Amarok 2017 para o famoso “teste do alce”, no qual se deve desviar rapidamente de um obstáculo e trazer o veículo de volta em seguida. O exercício foi executado sem problemas tanto por pilotos profissionais quanto pela imprensa, salvo alguns cones derrubados vez ou outra. Há quem diga que a presença do teste no evento foi uma sutil alfinetada à rival Toyota, cuja picape Hilux voltou a falhar justamente nesse exame.

Por fim, levamos o carro para a pista de terra, onde pudemos conferir o funcionamento de seu sistema de tração 4x4, capaz de garantir força e estabilidade mesmo em rampas bastante inclinadas e com pedrinhas soltas. Um destaque aqui fica para o sistema HDC, que garante uma descida suave em declives, seja de frente ou de costas, mesmo que você tire o pé do freio e do acelerador.

Cupons de desconto TecMundo: