Por fora, nada mais que um modesto Samsung Galaxy Tab S2; por dentro, um software com “certificação apenas para uso oficial”. Anunciado neste final de semana durante a IFA 2016 pela BlackBerry, o SecuTABLET é um aparelho “à prova de espiões” e promete, assim, manter seguros os dados armazenados por ninguém menos que figurões do governo alemão.

O aparelho conta com diversos recursos especiais capazes de aprimorar as preferências de segurança do Android: cartão de memória implementado e um sistema criptografado desenvolvido pelo Secusmart, da BlackBerry, são alguns dos mecanismos que devem permitir o uso privado do novo aparelho.

O aparelho não será disponibilizado ao consumidor comum

As informações do SecuTABLET são integradas a um serviço que conta com aprovação por parte do Escritório Federal da Alemanha para Segurança da Informação (BSI) – órgão responsável ainda pela geração dos certificados a dispositivos destinados somente a uso oficial. Os dados transferidos online são também criptografados e há a integração entre a tecnologia MAM e a suíte Knox, da Samsung, de modo que aplicativos pessoais e profissionais podem ser acessados através de uma mesma plataforma.

“O Knox nos permite adicionar uma camada extra de segurança para o uso do Android em um smartphone da Samsung”, explica Sascha Lekic, diretora do setor de vendas B2B, TI e de comunicação mobile da Samsung. “[Podemos] criar uma fundação para o desenvolvimento de soluções de segurança. O SecuTABLET é um exemplo impressionante [destas possibilidades]”, finaliza a executiva.

O SecuTABLET é fabricado na Alemanha e destinado somente a empresas e a funcionários de governos (saiba mais aqui). Isso significa que a geração de protocolos criptografados para a transmissão de dados através de um Samsung Galaxy Tab S2 não será regalia disponível ao consumidor comum.

Cupons de desconto TecMundo: