A Apple sempre foi referência em tablets. O iPad reinou por muito tempo sozinho e a empresa conseguiu colocar na cabeça dos consumidores que, pelo preço do produto, eles têm um item único, premium e com hardware de ponta — boa jogada, Apple.

Porém, as vendas não estão mais refletindo esse pensamento. Enquanto os iPhones vendem aos montes, os iPads têm sofrido quedas de 18% nas encomendas e 23% no lucro para a Maçã, de acordo com os últimos dados financeiros. Mas esse declínio não está afetando o mercado de tablets em si.

Do outro lado, está a Microsoft. Enquanto a venda de smartphones cai drasticamente, os Surface começam a vender muito. Alimentados por processadores Intel e um hardware robusto, mesmo que tenham um preço mais alto do que o comum, eles mostram que os consumidores estão escolhendo funcionalidade e especificações como fatores de compra em tablets — e não mais senso de valor e imagem de marca.

No mesmo período em que as vendas do iPad caíram, o Surface conseguiu um lucro de US$ 840 milhões (R$ 2,8 bi) neste trimestre para a Microsoft, um aumento de 117% quando comparado ao mesmo período de 2014.

Agora, para definir o cenário de vez, a Gigante dos Softwares pode dar um xeque-mate na Apple ao lançar o Surface Pro 4. Segundo os últimos rumores, ele deve chegar bem robusto e com um hardware desenvolvido (como um Intel Skylake), tornando ainda melhor a experiência de usar um híbrido.

O novo Surface deve chegar em outubro. Para acompanhar notícias sobre o produto, acesse a nossa página dedicada.

Será que o novo Surface Pro 4 vai derrubar o reinado do iPad? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: