Com os dispositivos mobile se tornando cada vez mais populares e poderosos, era questão de tempo até que alguma fabricante batesse na tecla de que esse tipo de equipamento pode substituir de vez os PCs. É o caso da Apple, que, recentemente, lançou uma campanha para dizer como seu novíssimo iPad Pro, acompanhado de alguns acessórios, pode desbancar os computadores tradicionais. A Microsoft parece não ter curtido a alfinetada em um de seus principais mercados e resolveu entrar na treta com um vídeo nada sutil.

Para fazer frente à concorrente e mostrar que não basta um teclado destacável acoplado ao dispositivo para que todo o poderio do PCs seja passado para trás, a empresa de Redmond criou um novo anúncio para seu Surface Pro 4. Na peça – que você pode conferir no início da matéria –, o produto da dona do Windows não poupa munição para detonar o novo iPad, focando em todas as suas fraquezas em relação ao equipamento da casa.

Mesmo tendo uma ideia bastante agressiva por trás, o clipe suaviza a animosidade e adiciona uma boa dose de humor ao pacote ao fazer com que todos os pontos a serem criticados no gadget da Apple sejam levantados em uma conversa “amigável” entre Cortana e Siri. Questionado pela assistente pessoal da Microsoft qual seria o motivo da festa, o iPad Pro responde todo orgulhoso: “agora sou um PC, igual a você”. A partir daí, a coisa desanda para o tablet da Maçã, com cada nova fala da Cortana dando uma cutucada no dispositivo adversário.

Perguntas como “Então você tem mais poder, como um processador Intel Core i7?”, “Ah, você agora roda o Office completo, não apenas a versão app, certo?” e “Você tem um trackpad e portas [de conexão] externas?” bastam para colocar o iPad na defensiva. “Eu não gosto do rumo que isso está tomando. Talvez essa história de festa não tenha sido uma ideia tão boa”, confessou o produto lançado recentemente por Tim Cook e sua equipe. Confira abaixo o vídeo “What’s a Computer?” (“O que é um Computador?”), que deu origem a toda essa discussão:

E aí, você acha que a resposta da Microsoft foi justificada e que faz valer o texto da empresa no YouTube, que diz que “só porque você chama algo de computador, não significa que ela se encaixa na descrição”? No fim, essa discussão ainda deve render muito pano pra manga, já que o Surface Pro 4 traz, sim, uma combinação de hardware e software que faz com que ele fique em pé de igualdade com muitos PCs tradicionais, enquanto o iPad Pro aposta na praticidade e em uma experiência única para o usuário. Quem ganha essa disputa, hein?

Cupons de desconto TecMundo: