O pornô acaba de provar mais uma vez sua força na internet e também como seu público é aficionado pelo tema, exigindo ter a chance de assistir ao conteúdo “educativo” de qualquer lugar. Isso porque o Porn Time – irmão mais safadinho do Popcorn Time – acabou de ganhar sua versão mobile, pronta para entrar com tudo em aparelhos Android. O aplicativo feito para o sistema operacional da Google foi disponibilizado nesta quinta-feira (18). Porém, nem tente procurá-lo na Google Play, é preciso ir ao site do serviço para fazer o download do APK.

Lançada há pouco mais de uma semana, a plataforma de streaming de conteúdo adulto via torrent parece ter tudo para dar uma bela dor de cabeça aos profissionais da indústria pornográfica, do mesmo modo como o Popcorn Time se mostrou uma pedra no sapato de estúdios hollywoodianos e serviços de transmissão online como o Netflix. Os criadores do software afirmam que, nesse pouco tempo em que o produto foi disponibilizado, mais de 450 mil internautas fizeram o download do programa para desktops.

Crescimento contínuo

No blog oficial do Porn Time, os desenvolvedores liberaram alguns dados interessantes, como o domínio do Windows (com 58,6% das ocorrências) na “hora da diversão” dos usuários – deixando as versões Mac (32,71%) e Linux (8,69%) comendo poeira. Os países campeões de instalações no período também foram divulgados pelo site e pode-se dizer que os brasileiros contribuíram bastante para o sucesso da empreitada. O público do Brasil (3º lugar na lista) só ficou atrás do pessoal da França (2º) e dos sempre excitados moradores dos EUA (1º).

Brasil marcando presença. Estamos de olho!

A adesão dos internautas foi tão grande que acabou derrubando os servidores do serviço por pelo menos duas vezes, além de fazer com que o principal tracker usado para fazer a busca pelos torrents pornô parasse de funcionar completamente por alguns dias – devido à verdadeira avalanche de acessos repentinos. O que mais surpreendeu os programadores, porém, foi a quantidade de email recebidos pelo time. As mensagens enviada se resumiam basicamente a uma única pergunta: “Cadê a versão Android?”.

Esse spam foi o pequeno incentivo para que a equipe modificasse o aplicativo do Popcorn Time, alterando as bases de dados do streaming para as dos serviços especializados em um material mais “quente” que o tradicional. Além da versão beta para o popular sistema mobile, a ideia é disponibilizar muito em breve uma versão para o iOS. A explicação do atraso para a plataforma da Apple se deve ao fato de eles estarem tentando fazer com que o público instale o Porn Time mesmo em dispositivos que estejam sem Jailbreak.

E você, já testou o programa, pretende baixar o app ou sabe disfarçar bem na hora de falar sobre o assunto e vai dizer que nunca viu pornô na vida? Deixe sua opinião sobre o sucesso do serviço mais abaixo, na seção de comentários... se tiver coragem.

Cupons de desconto TecMundo: