Um dos serviços de streaming mais controversos da atualidade é o Popcorn Time. Ele é muito adorado por grande parte dos consumidores de conteúdo multimídia, mas chegou a esse ponto permitindo a utilização da pirataria — isso porque ele reproduz filmes e séries que estão em formato torrent, mas não demandando o download de gerenciadores desse tipo de arquivo ou do próprio material.

E como tudo o que envolve torrent e pirataria, o Popcorn Time passa por uma série de ameaças de processo. As associações de produtoras e outras empresas ligadas aos mercado cinematográfico afirmam que isso causa muitos prejuízos e pedem para que os órgãos reguladores retirem o Popcorn Time do ar. E isso aconteceu na semana passada. Reguladores europeus suspenderam o domínio do site e impediram os acessos em todo o mundo.

Hoje, os desenvolvedores do Popcorn Time (que até hoje não tiveram suas identidades reveladas) afirmaram que o serviço está de volta. A partir de agora ele será encontrado pelo domínio de topo “.se”, não estando mais em “.eu”. Mas é válido dizer que as pesquisas pelo Google não serão mais possíveis, pois o site está banido dos motores de busca. Mesmo assim, em uma mensagem oficial os responsáveis disseram que “o Popcorn Time nunca será tirado do ar”.v

Como já dissemos, o Popcorn Time incomoda bastante a indústria e, assim com acontece com o The Pirate Bay, há grandes chances de que esse novo domínio também não seja definitivo. Vale a pena ficar de olho para que saibamos todos os passos dessas disputas entre o serviço de streaming e alguns dos mais poderosos órgãos reguladores da Europa. Quem será que vai vencer?

Errata

Depois de vermos as contribuições dos leitores e analisarmos todos comentários, percebemos que fizemos uma pequena confusão. Ao invés de Popcorn Time, o serviço desta notícia é o Time4Popcorn (Popcorn-time.se), que utiliza o mesmo código fonte do outro serviço (Popcorn-time.io). Pedimos desculpas e agradecemos pelas contribuições.

Cupons de desconto TecMundo: