Mais uma biografia sobre o cofundador e ex-CEO da Apple, Steve Jobs, está para ser lançada nos EUA, e, dessa vez, as expectativas são altas, já que o livro seria o primeiro a ter colaboração intensa de amigos próximos de Jobs, como Tim Cook e Jony Ive, além de vários outros. O pessoal do Cult of Mac conseguiu colocar as mãos em um trecho da obra e revelou que, quando Jobs esteve doente, Cook ofereceu para ele uma parte se seu próprio fígado.

Cook teria realizado uma bateria de exames para confirmar a compatibilidade depois de descobrir que tinha o mesmo raro tipo sanguíneo de Jobs. A possibilidade de transplante foi confirmada, e, depois disso, Cook fez a oferta. Jobs recusou, uma vez que o transplante poderia causar problemas de saúde para seu amigo e colega trabalho. “Alguém que é egoísta não daria uma resposta como essa”, disse Cook aos autores da nova biografia.

Outras histórias

Outro detalhe interessante sobre a amizade entre Cook e Jobs é o fato de o escritório do antigo CEO da Apple ainda permanecer o mesmo, igualzinho a como ele deixou quando parou de frequentar a companhia por conta de seus problemas de saúde. Ele faleceu em 2011.

O site ainda comenta sobre outras curiosidades sobre a segunda passagem de Jobs pela presidência da Maçã, como quando ele chegou a considerar fazer uma oferta para comprar o Yahoo! pensando em colocar a Apple no mercado de buscas na web. Isso acabou não se concretizando, mas parece que Jobs e Cook achavam a ideia bastante plausível na época.

A nova biografia sobre Jobs, Becoming Steve Jobs: The Evolution of a Reckless Upstart into a Visionary Leader, está em pré-venda na Amazon norte-americana por US$ 21,04 na versão digital. Ainda não há informações sobre uma possível edição brasileira da obra.

Cupons de desconto TecMundo: