Imagem de: Steve Ballmer proíbe iPads em seu time de basquete
Fonte: Edge Online

Steve Ballmer proíbe iPads em seu time de basquete

1 min de leitura
Avatar do autor

Por muitos anos, Steve Ballmer esteve à frente de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo: a Microsoft. Depois de deixar o cargo de CEO em Redmond, ele decidiu investir em outros mercados. No mês passado ele anunciou que estava comprando o time de basquete Los Angeles Clippers por US$ 2 bilhões. E uma das primeiras ações dele como dono do time está justamente na tecnologia.

Ballmer decidiu se livrar de todos os iPads que eram usados pelos jogadores e técnicos do Clippers, fazendo com que aparelhos com Windows se tornem o padrão em Los Angeles. Para a Reuters, ele disse que “a maioria dos jogadores e técnicos já utilizam o Windows, mas alguns ainda não!”. Ele também deixou claro que a migração não será agora, mas depois que a temporada deste ano for encerrada.

Apesar desses esforços, Ballmer será forçado a utilizar tablets da Samsung quando for se apresentar pelo time. Isso porque a empresa coreana assinou um acordo de US$ 100 milhões com a NBA para ser a fornecedora oficial de tecnologias da liga de basquete. Será que ele vai se render e surgir com aparelhos Android diante das câmeras nas partidas?

Sobre a Microsoft: vale lembrar que ela vem investindo bastante no esporte americano. Ainda neste ano, a empresa de Redmond aplicou largas quantias nos times de futebol americano da Liga Nacional (NFL) para que os técnicos utilizem tablets Surface ao instruir os jogadores diante das câmeras — mesmo havendo diversas confusões por parte dos narradores que insistem em chamar os aparelhos de “iPads”.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Steve Ballmer proíbe iPads em seu time de basquete