Já faz algum tempo que circula na rede a informação de que os Estados Unidos estão planejando criar um visto que tem como intuito facilitar a entrada de empreendedores estrangeiros no país (entenda startups). Pela falta de notícias recentes alguns até podem ter pensado que a ideia foi por água abaixo, mas parece que as coisas estão se desenrolando na terra do Tio Sam.

Segundo informações divulgadas pela Drummond Advisors, que presta consultoria internacional para empresas brasileiras e americanas, a nova permissão pode entrar em vigor a partir do dia 17 de julho, e será preciso obter uma autorização para entrar e começar a desenvolver os seus negócios nos Estados Unidos.

Entretanto, é válido ressaltar que há alguns critérios que precisam ser seguidos. A empresa deve ter sido aberta há menos de cinco anos e demonstrar que possui potencial para crescimento por meio do investimento norte-americano (que pode ser de pelo menos US$ 100 mil vindos do governo ou de US$ 250 mil por meio de um investidor qualificado). Outro detalhe importante é que o solicitante da autorização deve ser dono de pelo menos 10% do negócio.

Eis a sua chance de dar vida àquela ideia empreendedora nos Estados Unidos

Quanto à permanência, essa é concedida por dois anos e meio e renovada mais uma vez pelo mesmo período. Tal pedido pode ser revogado a qualquer momento caso o governo entenda que a companhia não está trazendo nenhum tipo de benefício para a sociedade.

Será que vinga?

No que depender do governo americano, a ideia é de que sejam feitos aproximadamente 2.940 pedidos por ano, e cada caso será analisado de maneira individual.

Entretanto, alguns empreendedores estrangeiros não estão muito certos de que isso realmente vai acontecer. O site do jornal San Francisco Chronicle divulgou na última semana que, segundo uma fonte do governo americano, a vigência dessas regras pode ser anulada ou até mesmo cancelada.

Uma das bases para essa ideia é o fato do governo Trump ter em mente a possibilidade de postergar essa medida para março de 2018

Uma das bases para essa ideia é o fato do governo Trump ter em mente a possibilidade de postergar essa medida para março de 2018. Como recentemente ele também suspendeu o processo acelerado de candidaturas para vistos H-1B (que garante a imigrantes a chance de trabalhar em cargos que exigem conhecimento em uma determinada área), talvez isso não seja algo tão improvável. É aguardar para ver.

Cupons de desconto TecMundo: