A Nexoos do Brasil — startup brasileira idealizada na Inglaterra — chegou ao Brasil com a ajuda da Porto Seguradora e da Plug and Play (empresa que apoia o crescimento rápido de startups e que já investiu em desenvolvedoras como o Dropbox e o PayPal). A nova forma de aplicação trazida pela Nexoos é conhecida no exterior como peer-to-peer (formato em que as pessoas físicas financiam empréstimos para empresas sem passar por serviços bancários), sendo uma das primeiras e únicas plataformas a oferecer o serviço no país.

O peer-to-peer já retém aproximadamente US$ 65 bilhões do mercado em extensão global e a ideia principal é estimular pessoas a investir em pequenos e médios negócios diretamente, sem que seja necessária a interação com os bancos. No final de outubro, a startup conseguiu arrecadar cerca de R$ 845.500 de 68 investidores diferentes, com juros 50% menores do que os dos bancos, o que ajudou oito empresas. Os investidores receberão em troca taxas que variam de 135% a 180% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

No Brasil, o peer-to-peer é novidade e muitas empresas já estão aderindo ao formato e substituindo os bancos, tornando o serviço muito mais rápido e mais acessível para ambas as partes. A Nexoos possui uma sede em São Paulo e trabalha com uma instituição de financiamento, a Socinal, para poder tornar o formato condizente com o sistema do Banco Central. Para investir é necessário ter mais de 18 anos e não ser uma pessoa exposta politicamente, além de possuir pelo menos R$ 10 mil para fazer a aplicação inicial e começar começar a ter em seu portfólio entidades aprovadas pelo Nexoos. O cadastro de investidores e empresas pode ser feito por aqui.

Cupons de desconto TecMundo: