Os SSDs são uma alternativa atraente a quem deseja substituir os tão tradicionais HDs (saiba mais sobre as undiades de estados sólido aqui). E 2016 promete ser o ano em que o componente de hardware vai, de fato, se consagrar mercado afora. É que cartões de memória de 6 TB e 8 TB deverão ser anunciados desta vez pela SanDisk no próximo ano (Intel e Micron planejam algo semelhante, lembra-se?).

Segundo informa o WCCF Tech, a tecnologia de 15 nanômetros da Toshiba será utilizada para a produção dos SSDs, que ainda deverão contar com o elemento de memória MLC (capaz de armazenar mais de um bit de informação a partir de seus vários níveis de célula). Mas o que poderia justificar a substituição do 3D V-NAND? Segundo Sanjay Mehrotra, CEO da SanDisk, os próximos SSD vão incorporar a forma de acesso sequencial de células de memória nos conformes da flash em NAND.

“Estamos desenvolvendo nossa próxima geração de SSDs SAS de 12 GB/s com tecnologia de 15 nanômetros NAND, tendo maior capacidade [de armazenamento] e possuindo performance mais alta. Esperamos introduzir essa solução ao mercado em 2016, com as vendas começando a partir do final do ano que vem”, explicou o executivo. O custo das variações de 6 TB e 8 TB dos cartões é desconhecido.

A receita do setor dos SSDs da SanDisk deverá dobrar entre os anos de 2014 e 2018 (de US$ 4 bilhões para US$ 8 bilhões) – o que sugere a chegada das memórias a um preço salgado.

OS SSDs são o futuro da tecnologia de armazenamento? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: