Recentemente, a cantora Adele lançou um novo disco, "25", e anunciou que ele não estaria disponível nos serviços de streaming —  e logo depois bateu recordes de vendas na primeira semana do lançamento. Agora, quem aposta na mesma estratégia é o Coldplay, que não terá o álbum "A Head Full of Dreams" lançado no Spotify, pelo menos no primeiro momento.

Além de incentivar as vendas dos discos originais, a decisão também é motivada pela política do Spotify— e isso deve se refletir também em vários outros artistas nos próximos meses. Cantores e bandas de sucesso alegam que as contas gratuitas do serviço têm acesso aos mesmos conteúdos que as contas pagas, mas gerando um repasse menor para os artistas.

Exatamente: os usuários que utilizam contas Premium ouvem as músicas no Spotify e isso gera um valor para os artistas — para cada reprodução. Já no caso das contas gratuitas, esse valor é menor — mesmo havendo dinheiro de anúncios. E foi exatamente isso o que motivou Adele, Black Keys, Coldplay e Taylor Swift a impedirem que seus álbuns chegassem ao serviço de streaming.

Uma das soluções para esse impasse seria equalizar os pagamentos, mas isso certamente seria um problema para o Spotify. O que parece mais razoável no momento é a divisão de conteúdos disponíveis para cada consumidor, mas isso também não parece vantajoso de um ponto de vista mercadológico. Será que os usuários ainda vão perder muito conteúdo até que seja encontrada uma saída?

O que você acha de artistas que impedem que seus lançamentos cheguem ao Spotify? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: