(Fonte da imagem: Reprodução/Adrenaline)
Durante uma palestra na edição deste ano da Campus Party Brasil, analistas de segurança do Cert.br (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil) mostraram que o número de spams no Brasil caiu quase pela metade. Desse modo, foram 1,7 milhão de spams reportados em 2012 contra 3,5 milhões registrados no ano anterior.

De acordo com o Cert.br, a redução foi realizada graças aos esforços conjuntos de empresas de segurança na luta contra as botnets (como são chamadas redes em que centenas de computadores-zumbi são utilizados com o único propósito de espalham spams).

Na mesma palestra, as analistas Miriam Von Zuben e Lucimara Desiderá também comentaram que cerca de 70% de todos os emails trocados mundialmente é spam. Apesar de esse valor parecer alto, ele já aponta uma redução, uma vez que antes de 2010 esse índice já havia ultrapassado a marca dos 80%.

Como se prevenir

Para descobrir se o seu computador foi infectado por um bot ou algum programa capaz de utilizar a sua máquina para propagar spams, é possível tomar algumas medidas. Entre os sinais apresentados por uma máquina infectada, podem ser notados o acesso contínuo à rede sem motivo aparente e a lentidão do sistema.

De acordo com as analistas, o melhor a fazer, no entanto, é sempre realizar varreduras completas na máquina com algum antivírus e programas de segurança. Outra dica pertinente é a adoção de softwares originais. “Com programas piratas, nem sempre é possível atualizar programas de segurança.” Por fim, é recomendável também sempre desconfiar de links suspeitos enviados por outras pessoas, mesmo se forem pessoas conhecidas. Isso porque máquinas comprometidas podem enviar emails em nome de seus amigos indevidamente.

Cupons de desconto TecMundo: