(Fonte da imagem: iStock)

Pelo menos 2 milhões de spams circulam pela internet a cada segundo, apontou um levantamento realizado pela BitDefender. A empresa colheu amostras de mensagens maliciosas em diferentes regiões do planeta para chegar ao resultado final do estudo.

A BitDefender constatou que 1,14% do spam que circula na rede conta com arquivos anexos. Embora essa espécie de spam seja numericamente menor, em termos de periculosidade elas são as que você mais deve temer. Entre as mensagens indesejáveis que contêm anexos, 10% delas incluem malwares ou formulários fraudulentos.

Pelo menos 29,74% dos anexos são arquivos HMTL, enquanto 9,6% são imagens e apresentações de slides. Os arquivos com a extensão DOC representam 6,26% dos spams. Vírus genéricos e worms de email são os campeões entre os arquivos executáveis.

A BitDefender constatou ainda que 78% dos incidentes em que há perda de dados se deve a ações e comportamentos inseguros por parte dos trabalhadores. Além disso, é preciso considerar o fator tempo para avaliar as perdas em função dos spams. Se cada funcionário gastar dois minutos por dia para gerenciar mensagens indesejadas, em um ano pelo menos 21 horas por pessoa serão destinadas a essa finalidade.

Fonte: Olhar Digital

Cupons de desconto TecMundo: