Para mostrar que está investindo de forma pesada no Android TV e que o Brasil está sempre na agenda de novidades da empresa, a Sony realizou um evento em São Paulo na manhã desta terça-feira (20) para revelar a chegada oficial da Sony Ultra Slim – a TV LED 4K mais fina do mundo – ao país. O TecMundo esteve por lá e, além da nova TV da marca, pôde conferir em primeira mão o anúncio de uma parceria feita para entregar a melhor experiência possível para o consumidor brasileiro quando o assunto é multimídia e entretenimento.

Marcelo Gonçalves, gerente de marketing e comunicação da Sony Brasil, foi o responsável por apresentar a mais recente adição à família de televisores da fabricante no mercado brasileiro. “Queremos que nossos consumidores tenham em casa um produto com o que há de mais moderno em tecnologia, mas que também complemente o espaço, tornando-se uma peça decorativa”, explicou o executivo. A afirmação não é brincadeira, já que o modelo XBR-65X905C chama atenção desde o primeiro momento.

Anunciada originalmente na CES 2015 e apresentada para a imprensa nacional em julho deste ano, a TV de 65 polegadas possui resolução 4K, alta qualidade de imagem e reprodução de cores – graças ao processador X1, que analisa o conteúdo reproduzido e faz ajustes ao material –, bordas quase inexistentes e uma espessura de apenas 4,9 milímetros na parte mais fina da tela. De quebra, o equipamento traz uma furação e suporte próprios que podem fazer com que o produto possa ser instalado a menos de 4 centímetros da parede.

Segundo Gonçalves, essa opção por se livrar de encaixes de terceiros e a mudança no projeto de resfriamento do aparelho – com entradas e saídas de ar posicionadas a 90º –, permitem que a TV pareça estar “flutuando” na sala do consumidor. Claro que a tecnologia integrada, o investimento em design e o hardware de ponta fazem com que seja preciso desembolsar uma grana consideravelmente maior no item do que em modelos 4K mais populares. Já disponível no varejo, a Sony Ultra Slim tem preço sugerido de R$ 18.999.

Fazendo valer o investimento

Claro que, por esse precinho, o público da televisão é bem diferenciado, e a própria Sony sabe disso, apostando em uma parceria que busca agregar ainda mais valor aos dispositivos do seu catálogo. Assim, a conversa com a Dimensão Gama – empresa de áudio, vídeo e automação residencial – começou a partir de uma busca da companhia japonesa por novos canais de distribuição no Brasil em junho. A ideia foi tanto extrair o máximo da nova TV quanto preparar terreno para uma nova linha de produtos com áudio Hi-Fi para o primeiro semestre de 2016.

“Como o consumidor tem um tempo cada vez mais curto para suas atividades, nosso objetivo é entregar de forma fácil toda a tecnologia para ele. Afinal, só a TV pendurada na parede não mostra todo seu potencial”, analisou Gonçalves. Assim, a empresa paulistana foi vista como um canal especializado e voltado para a clientela high end, com soluções mais dedicadas – e robustas – que as oferecidas pelo comércio, em geral, na hora da instalação do aparelho. Eduardo Gama, diretor da Dimensão Gama, disse estar muito feliz com a oportunidade.

“Somos provavelmente a primeira empresa do Brasil a firmar uma parceria com a Sony no quesito de infraestrutura planejada. Estou muito orgulhoso disso”, comentou o executivo. Ele também explicou sobre todos os procedimentos feitos para levar aos clientes a melhor experiência e o ambiente mais agradável possível na hora de conferir algo na TV. Contando com técnicos e especialistas em diversas áreas, a prestadora visita a casa do usuário para saber que modificações devem ser feitas para extrair todo potencial do equipamento.

Entre os itens analisado e modificados pela Dimensão Gama estão estrutura de rede – de potência da conexão ao WiFi –, cabeamento elétrico, posição das caixas de som e até calibração de cores do televisor. Ainda é possível solicitar serviços adicionais, como dimerização das luzes da sala, ativação do ar condicionado e um sistema que fecha as janelas automaticamente. Tudo fica centralizado em um único painel de controle ou no smartphone do cliente – fazendo uma integração total do ambiente de entretenimento.

Serviço completo

Claro que esse planejamento não é gratuito, podendo custar entre “míseros” 3 ou 4 mil e algumas dezenas de milhares de reais. No fim, isso – muito provavelmente – não chega a ser um problema para quem pode gastar cerca de R$ 19 mil em uma TV 4K, não é? O trabalho geralmente dura em torno de um dia, mas pode exigir alguns retornos à casa do cliente para acerto de detalhes ou finalização de algum elemento que tenha ficado pendente – dependendo principalmente da complexidade da aparelhagem e do local da instalação.

Quem tem cacife para bancar a brincadeira pode contar também com a experiência e conhecimento de uma arquiteta parceira da empresa – provando o ponto que o produto pode ter um aspecto decorativo. “Há uma demanda estética dos clientes para esse tipo de solução e a tecnologia vinda da união entre as duas companhias dá mais ferramentas para que o arquiteto possa fazer um trabalho mais eficiente”, analisou Luciana Fernandes Deus, profissional especializada em interiores e design mobiliário.

E aí, pronto para quebrar o cofrinho para ter uma experiência única na hora de assistir a um filme, curtir um jogo de futebol ou detonar um jogo no seu video game?

Sony lança oficialmente TV mais fina do mundo no Brasil! Comente sobre o produto no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: