Alguns meses atrás, surgiram diversos rumores que apontavam para a possível venda da divisão Mobile na Sony. Com isso, os aparelhos da linha Xperia deixariam de ser produzidos e a Sony voltaria seus esforços fiscais em direção do PlayStation e de outros equipamentos multimídia — principalmente televisores e Home Theaters. Agora, essas informações voltam a circular em toda a imprensa.

A grande diferença dos rumores de fevereiro e os de agora estão no suporte que é dado para o mais atual: o relatório fiscal da Sony. Divulgado ontem, o guia com os resultados do ano passado (2014) mostra que a empresa japonesa está operando com números muito abaixo do que era esperado pelos investidores. Foram mais de US$ 1 bilhão em perdas durante o ano fiscal mencionado.

Apesar de a Sony ter mais de US$ 68 bilhões em vendas e tendo um lucro operacional de US$ 571 milhões, ainda estamos muito longe de ver a Sony que operava majestosa anos atrás. A empresa ainda espera que os valores caiam ainda mais em 2015, podendo chegar a 3,8% na redução de seus ganhos — o que significa muito dinheiro quando falamos sobre cifras tão grandes.

Como você deve imaginar, o grande responsável por essas perdas é o mercado Mobile. Em 2014, a divisão representou perdas operacionais de mais de US$ 1 bilhão, que ainda foram acompanhadas de quase US$ 1,5 bilhão de custos para reajustes da divisão. Com vista em melhorar os resultados impulsionados por “Áudio e Vídeo” e “PlayStation”, a Sony pode realmente se desfazer do “problema Xperia”. Será que isso vai mesmo acontecer?

Cupons de desconto TecMundo: