(Fonte da imagem: Divulgação/Sony Mobile)

A Sony Mobile Communications, empresa que se formou em 2011 e substituiu a Sony Ericsson, espera conquistar o terceiro lugar no mercado de aparelhos portáteis e aumentar o número de vendas de seus smartphones.

O objetivo da empresa foi anunciado pelo próprio diretor de vendas e marketing da Sony em entrevista ao jornal The Wall Street Journal. Dennis van Schie contou ao periódico que espera alcançar o terceiro lugar logo, “não em dez anos, mas muito antes do que isso”.

A proposta é levar a participação da Sony Mobile para até 20% do mercado de smartphones. Hoje, a companhia registra um desempenho entre 6,5 e 7% junto aos usuários.

Dennis diz que essa meta da empresa faz parte dos objetivos da administração de Kazuo Hirai, apontado CEO da Sony Corp. em abril de 2012. A companhia tem aumentado o foco no mercado de aparelhos móveis e acredita que o valor de sua marca tem potencial para conquistar mais consumidores.

A força do nome Sony

Uma das razões para Dennis acreditar na possibilidade de crescimento da Sony Mobile é que a ela conta agora com um maior envolvimento da empresa-mãe. A Sony Corp. tem investido mais no segmento portátil e no desenvolvimento de tecnologias e serviços.

Hoje, a Sony Mobile conta com um maior envolvimento de todos os braços da empresa. Equipamentos fabricados pela Sony para outros produtos, como câmeras e TVS, são rapidamente otimizados para os aparelhos celulares, trazendo inovações e aprimoramentos aos modelos.

Dennis acredita que a força do nome Sony em outros setores, como a linha de TVs ou mesmo o PlayStation, é o suficiente para ajudar a venda de smartphones da empresa. A Sony Mobile já cresceu bastante desde que deixou de ser Sony Ericsson e passou a representar e fazer parte da grande companhia.

Porem, o maior desafio de Dennis em alcançar a meta desejada será recuperar dois importantes mercados em que a Sony tem participações mínimas e quase insignificantes: os Estados Unidos e a China. O diretor de vendas admite que, nesses países, a marca Sony tem muito mais valor de mercado do que número de vendas, e precisa urgentemente reverter esse cenário.

Cupons de desconto TecMundo: