Qual a espessura de um fio de cabelo? Se você souber essa resposta, já pode chutar qual é a grossura da nova tela criada pela Sony. Isso mesmo, foi apresentada recentemente pela gigante japonesa uma nova tela feita em OLED, mais fina que um fio de cabelo e, pasme: pode ser enrolada e mesmo assim continuar exibindo as imagens normalmente.

Será que seus avós, quando iam ao cinema, imaginavam que um dia as telas chegariam a este ponto? Talvez sim, afinal de contas no mundo da tecnologia surpresas não são nenhuma novidade.

Não que esta tela seja uma, mas ver que esse tipo de tecnologia já é uma realidade empolga qualquer um. A indústria segue investindo, e novos equipamentos revolucionários têm chegado cada vez mais rápido às nossas mãos.

Nanotecnologia

Uma das grandes vantagens da tecnologia OLED é o fato de ser praticamente uma tela com luz própria. Por isso, uma tela OLED não precisa de luz de fundo ou lateral (backlight ou sidelight), ocupando assim menos espaço.

Nova OLED da Sony

Somando-se à tecnologia OLED, esta tela é desenvolvida com base em novos transistores orgânicos, que são feitos diretamente em uma película ultrafina. Com isso eles podem ser fabricados sem a necessidade de uma base sólida com chips ou partes rígidas - permitindo assim que sejam flexíveis e sejam até mesmo enrolados.

Características
O protótipo apresentado pela Sony apresenta uma descrição que arrancou alguns suspiros de tecnomaníacos. O tamanho da tela não surpreendeu – 4.1” polegadas, algo um pouco maior do que a dos smartphones atualmente no mercado. Agora, a espessura, realmente chamou a atenção: 0.3mm, menos que um fio de cabelo. Enrolada, atinge no máximo .40 mm, um valor absurdo, ainda mais levando-se em conta que se trata de uma tela. Sua resolução de 432 x 240 é uma das mais utilizadas em smartphones.

Um fio de cabelo em seu paletó

Quando se fala em tecnologia e desenvolvimento, aparelhos mirabolantes, novidades futurísticas, talvez nada possa simbolizar melhor isso do que uma tela mais fina que um fio de cabelo. Se ela puder enrolar então...

Graças aos avanços tecnológicos citados anteriormente, esta tela pode ser enrolada como uma folha de papel, sem parar de exibir as imagens. É claro que no vídeo a seguir existem vários pixels estourados, a qualidade da imagem ainda não é a ideal, mas isso é normal em protótipos.

Usabilidade

Quais são as aplicações para essa tecnologia? Bem, levando em conta a sua espessura pode-se pensar logo de cara em dispositivos móveis. Sim, afinal de contas uma tela tão fina – e de quebra tão leve – com certeza ajuda estes aparelhos a ficarem mais leves e ainda mais compactos.

Mas pensando futuramente as suas utilidades são ainda maiores. Se a tecnologia for barateada ao extremo, por exemplo, podemos ter estas telas em revistas, já imaginou? Que tal um comercial animado entre uma matéria e outra?

E você o que achou? Quando acha que terá uma tela dessas em suas mãos? Quais os usos que ela pode ser destinada a ter? Deixe sua opinião!

Cupons de desconto TecMundo: