O LulzSec, um dos grupos de hackers que invadiu sites da Sony e de outros serviços nos últimos meses, assumiu o ataque de uma entidade bem mais poderosa que foi realizado na noite dessa quarta-feira (15).

Em uma mensagem postada pelo perfil da equipe no Twitter, que é atualizado constantemente, eles afirmam que foram os responsáveis por um ataque à página da CIA, a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos.

O endereço cia.gov esteve indisponível durante um período para alguns usuários norte-americanos que moram próximos à sede da agência. O grupo costuma postar uma mensagem em seu site oficial relatando os motivos e até como se deu o ataque, mas nada foi atualizado até agora com relação ao ataque aos servidores da CIA.

Cada vez mais longe

O ataque contra a PlayStation Network, que ficou fora do ar por mais de um mês, além de invasões a vários outros serviços da Sony, já virou até motivo de piada. Mas o assunto parece ter ficado mais sério: esses foram apenas os primeiros eventos de uma série de invasões a páginas de órgãos e empresas de todo o mundo.

Só nas últimas semanas, foram noticiadas invasões a entidades como o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o Senado dos Estados Unidos, sendo este um trabalho do próprio LulzSec. A maioria dos ataques não se resumem apenas à queda dos servidores, mas ao acesso e exposição de dados confidenciais desses endereços.

Cupons de desconto TecMundo: