Quem achou que a "família X" da Sony ia parar após o lançamento de três modelos – Xperia XA, Xperia X e Xperia X Performance – acabou se enganando. Meses depois de anunciar o trio principal, a empresa japonesa revelou o Xperia XA Ultra, uma versão turbinada do Xperia XA que já analisamos aqui no TecMundo.

Esse smartphone tem como destaque inicial a tela gigantesca de 6 polegadas, além do design elogiado de seus irmãos. Porém, uma análise mais profunda nos fez concluir que o seu verdadeiro destaque é a câmera frontal, que traz um sensor de 16 megapixels e estabilização ótica. Confira o que achamos do Xperia XA Ultra.

O smartphone Sony Xperia XA Ultra foi gentilmente cedido por empréstimo para a realização desta análise.

Sony Xperia XA Ultra

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Android 6.0.1 (Marshmallow)
  • Tela: IPS LCD de 6 polegadas
  • Resolução de tela: 1920x1080 pixels (Full HD)
  • Densidade de pixels: 367 ppi
  • Chipset: MediaTek MT6755 Helio P10
  • CPU: Octa-core (quad-core de 2 GHz + quad-core de 1 GHz)
  • GPU: Mali-T860MP2
  • Memória RAM: 3 GB
  • Armazenamento interno: 16 GB
  • Armazenamento externo: cartão micro SD de até 256 GB
  • Câmera traseira: 21,5 MP
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 2.700 mAh
  • Conectividade: WiFi 802.11 a/b/g/n, WiFi Direct, hotspot, Bluetooth v4.1, GPS (A-GPS, GLONASS), NFC e micro USB v2.0
  • Sensores: acelerômetro, proximidade e compasso
  • Altura: 164 mm
  • Largura: 79 mm
  • Espessura: 8,4 mm
  • Peso: 202 g
  • Preço oficial de lançamento: R$ 2.399

Sony Xperia XA Ultra

Design

Se você já teve acesso à análise de algum membro da nova família da Sony, não vai notar muitas surpresas na parte visual do Xperia XA Ultra. A empresa ainda aposta no elogiado design Omni-Balance, o que se resume naquela cara de Xperia que já vemos há anos nos aparelhos da Sony.

Temos aqui um aparelho muito bonito, com bordas metálicas e fino na medida certa. Isso porque estamos diante de um smartphone com 6 polegadas, o que faz dele quase um tablet. Porém, ao contrário do que pode parecer, segurar o Xperia XA Ultra não é uma experiência desagradável.

Sony Xperia XA Ultra

Muito disso acontece por causa da tela 2.5D, que causa uma bela transição entre as bordas e o display do aparelho. É verdade que o XA Ultra é um pouco pesadinho, mas nada que chegue a incomodar. Em uma das laterais temos todos os botões concentrados, incluindo aquele que é dedicado à câmera.

Do outro lado, temos a entrada para o cartão SD e a gaveta para os chips das operadoras. No geral, é um aparelho que, embora grandalhão, é muito bonito e elegante, mas que infelizmente deixou de lado aquela proteção de água da linha Z.

Tela

Quem pega o Xperia XA Ultra facilmente se impressiona com o tamanho de sua tela. Afinal, estamos falando de um display de 6 polegadas, o que é suficiente para oferecer uma experiência digna de um tablet na palma da sua mão.

Com relação à qualidade, ficamos satisfeitos, mas esperávamos um pouco mais de uma tela tão grande. Foram raras as ocasiões em que a resolução se mostrou insuficiente para esconder todos os pixels, mas o brilho e a fidelidade de cores do XA Ultra não agradaram muito.

Sony Xperia XA Ultra

É normal se sentir incomodado por causa do reflexo, que parece se acentuar em uma tela tão grande. Fora isso, a experiência de uso é agradável e ficamos contentes por ver que o Xperia XA Ultra não atrai tantas marcas de digital.

Interface

Na parte de interface, temos um repeteco do Xperia XA e dos outros integrantes da família X. O XA Ultra é equipado com uma versão customizada do Android Marshmallow, com modificações em várias partes do sistema.

A interface não é ruim, pois traz truques interessantes e um visual bacana, mas é recheada de softwares indesejados que ocupam um espaço precioso na memória. O destaque vai para o modo de operação com uma mão e os modos de economia de energia, dos quais já vamos falar. Vale mencionar que o Xperia XA Ultra vai ser atualizado para o Android Nougat.

Desempenho

A única diferença de hardware entre o Xperia XA e a sua versão Ultra é a quantidade de memória RAM. Portanto, era de se esperar que os dois aparelhos apresentassem desempenho semelhante, o que acabou se mostrando verdade.

O novo smartphone da Sony tem uma performance que se alinha à categoria de intermediários top de linha. Isso significa que o Xperia XA Ultra é capaz de rodar com tranquilidade todos os apps, incluindo games pesados e vários aplicativos de forma simultânea.

O processador octa-core da MediaTek gerencia muito bem todos os recursos do aparelho, oferecendo uma experiência fluida e sem engasgos. Ficamos um pouco tristes ao ver que o XA Ultra tem apenas 16 GB de memória interna, o que parece não condizer com o seu tamanho. Porém, os possíveis problemas com falta de espaço podem ser corrigidos com o uso de cartão micro SD.

Benchmarks

Câmeras

Embora o destaque inicial possa parecer o display avantajado do Xperia XA Ultra, a principal característica é câmera frontal. Além da resolução alta, o sensor na parte da frente do smartphone tem flash frontal e estabilização ótica de imagem.

Isso significa que a falta de luz e movimentos bruscos não são desculpas para produzir uma selfie ruim. O resultado dessas specs é que estamos diante da melhor câmera para selfies do mercado, capaz de produzir fotos bem definidas e equilibradas. Devemos confessar que o flash não é dos melhores, mas quebra um galho em ambientes escuros.

A câmera traseira não fica para trás, pois oferece bastante qualidade e uma grande variedade de modos de captura. No geral, as duas câmeras produziram fotos ótimas em lugares com muita luz, mas a abertura dos sensores não favoreceu ambientes mal-iluminados. O Xperia XA Ultra ainda é capaz de gravar vídeos em Full HD a 30 quadros por segundo.

Bateria

Com tantos smartphones chegando com uma bateria de alta capacidade, era de se esperar que o gigantesco Xperia XA Ultra seguisse essa tendência, especialmente por causa de seu tamanho. Porém, o que encontramos é uma bateria de capacidade mediana e autonomia que fica na média da categoria.

Sob uso intenso, o XA Ultra é capaz de aguentar quase 7 horas de reprodução contínua de conteúdo, uma média razoável, mas longe de fazer jus ao tamanho do smartphone. O aparelho ainda demora muito para carregar: são quase 3 horas para ir de 0 a 100% com o carregador de fábrica.

Áudio

Embora solitário, o alto-falante do Xperia XA Ultra é surpreendentemente potente. Porém, o smartphone distorce com facilidade qualquer tom, passando a impressão de que o som está abafado.

Vale ressaltar que a Sony decidiu não enviar seus novos smartphones com um fone de ouvido, o que ajuda a reduzir o valor final dos aparelhos. O motivo é que os usuários geralmente já possuem um acessório de qualidade, o que muitas vezes é verdade.

Sony Xperia XA Ultra

Vale a pena?

Embora tenha cometido algumas trapalhadas nos últimos lançamentos, parece que a Sony está se reencontrando no mercado de smartphones. O Xperia XA Ultra é uma aposta certeira no segmento de aparelhos com tela grande, oferecendo um display equilibrado, bom desempenho e um belo design com pegada firme.

Porém, o ponto que favorece esse aparelho é o preço. Diferente de alguns lançamentos, a Sony pegou leve com o XA Ultra, disponibilizando-o por um preço condizendo com o que ele garante.

Seu principal concorrente é o Galaxy A9, que oferece mais desempenho e uma bateria bem mais parruda, mas não tem uma câmera frontal tão potente. Portanto, se você está procurando um smartphone grande e perfeito para selfies, trate de considerar o Xperia XA Ultra como uma de suas principais opções.

Cupons de desconto TecMundo: