Os dispositivos vestíveis estão se tornando cada vez mais comuns no mundo da tecnologia. Além de óculos, como o Google Glass, e relógios inteligentes, como o Android Wear, temos também as pulseiras fitness, destinadas a acompanhar suas atividades físicas por onde você for – mesmo que você não esteja se dedicando exclusivamente a nenhuma atividade.

Entre as empresas que trabalham no ramo está a Runtastic, que lançou a pulseira Orbit para contar os seus passos, calcular as calorias gastas, monitorar o tempo de atividade diário, avaliar o seu sono e até mesmo aferir sua felicidade. Mas será que realmente funciona?

Monitorando você 24 horas

O Orbit foi desenvolvido para ficar junto com você o tempo todo, mesmo na hora de dormir ou até mesmo de baixo do chuveiro, graças à sua flexibilidade e resistência à agua. O aparelho é vendido juntamente com um carregador, duas pulseiras (uma preta e uma azul) e um clipe, para você escolher onde quer mantê-lo durante suas atividades físicas.

Usar o Orbit é bem confortável, independente da opção que você escolher, devido à leveza e ao material emborrachado que o reveste. O dispositivo também conta com um botão de ação, um sensor de luz e um pequeno visor, para exibir todas as funcionalidades disponíveis.

Entretanto, a tela do aparelho é muito pequena, fazendo com que os recursos sejam mostrados apenas um por vez. Os dados do visor são fáceis de serem enxergados, mesmo sob forte luz solar, o que é uma vantagem para quem deseja praticar esportes ao ar livre. O aparelho é carregado em cerca de uma hora e a bateria dura em média cinco dias.

Uso combinado

O Orbit foi criado para ser usado com os apps da Runtastic tanto no Android quanto no iOS e realiza a sincronização via Bluetooth 4.0. Dessa forma, você poderá obter informações de atividades enquanto usa apps de corrida, ciclismo e exercícios físicos. Além disso, a empresa desenvolveu o Runtastic Me (faça o download no Baixaki, para Android e iOS), que reúne todas as informações do Orbit e os transforma em dados métricos e gráficos.

Entretanto, apenas os aplicativos Runtastic Me e Runtastic (corrida) se integram com a pulseira por enquanto. Mesmo assim, já é possível observar todo o potencial do Orbit: no caso do Runtastic, você poderá iniciar uma corrida e deixar seu smartphone em casa, já que a pulseira controlará tempo decorrido, distância percorrida, ritmo médio, velocidade e calorias queimadas.

A integração é perfeita. Assim que você toca no botão iniciar, o monitoramento feito pela pulseira é sincronizado e exibe o mesmo tempo mostrado no smartphone. Além disso, você só deixará de ver as informações da corrida na tela do Orbit quando encerrá-la por completo no aplicativo, o que mostra a precisão deste recurso.

Funcionalidades

O Orbit é um aplicativo de companhia, ou seja, ele vai monitorar absolutamente tudo o que você fizer, desde a sua caminhada até a padaria, a corrida para pegar o ônibus e até mesmo sua aula de natação, graças a sua resistência à agua de 100 metros. Mas as funcionalidades dele deixam a desejar devido à falta de precisão.

O pedômetro, por exemplo, contou passos em nossos testes mesmo quando não estávamos andando. Já a métrica da queima de calorias parece uma apenas uma média do consumo diário de um adulto.

O tempo de atividade e a quilometragem são os recursos mais realistas de todos, embora eles não consigam registrar o seu tempo de atividade dentro da academia, por exemplo. Parece que o recurso só consegue contar o tempo em que você está caminhando ou correndo, ou quando o Orbit está sincronizado com um dos apps da Runtastic.

Sono, felicidade e alarmes

O recurso de monitoramento do sono exige que você segure por três segundos o botão cinza para ativá-lo, sendo necessário o mesmo processo para desativá-lo. Ele é capaz de medir o tempo que você ficou acordado, em sono leve e em sono profundo.

Entretanto, a funcionalidade falhou em nossos testes. Em dois dias, o aparelho indicou que estávamos 100% do tempo acordados enquanto, na verdade, estávamos dormindo. O sensor de luz ambiente integrado (para rastreamento avançado do sono) aparentemente ainda não está ativado ou regulado para conseguir tal proeza.

Já o sensor de felicidade ainda não tem utilidade prática nenhuma. Basta você tocar duas vezes rapidamente no botão do Orbit para indicar que você está feliz (recebendo uma cara de felicidade no visor), mas esse recurso não serve para nada, por enquanto.

Além de funcionar como um relógio, Orbit também permite definir vários alarmes, usando recursos sonoros e de vibração para lembrá-lo de compromissos e tarefas. E você pode definir um tempo de silêncio para essas notificações não atrapalharem você.

Metas

Quantos passos você quer andar hoje? Por quanto tempo você deseja se exercitar? Graças à integração com Runtastic Me, você poderá definir metas que podem ser acompanhadas na própria pulseira. Uma pequena barra que vai da ponta esquerda para a direita revela o quanto da sua meta diária você cumpriu.

Além disso, você será alertado com uma mensagem no visor e um alerta vibratório quando cumprir 50% e 100% da meta, e também quando ficar muito tempo sem se mexer. Infelizmente, não é possível definir metas de caloria e distância e nem mesmo de sono, o que seria bem interessante.

O problema é que o sistema de metas só exibe os resultados dos últimos sete dias. Além disso, Runtastic Me não compila os seus dados da semana e do mês, o que não permite a você acompanhar seus avanços ou retrocessos nestes períodos.

Vale a pena?

Runtastic Orbit prova que é possível monitorar as atividades diárias e transformá-las em tempo de atividade física, mas por enquanto não oferece precisão para isso. O dispositivo ainda carece de melhorias, principalmente no pedômetro, no contador de calorias e no seu sistema de sincronização.

Entretanto, a pulseira conta com recursos interessantes, que devem agradar principalmente os corredores. O sistema de definição de metas ainda é falho, mas tem um grande potencial se for aprimorado e depois for integrado com os diversos aplicativos Runtastic.

O Orbit brilha mesmo ao ser executado com outros aplicativos, como o Runtastic, dispensando o uso do smartphone para o acompanhamento das atividades, exibindo todas as suas informações na tela da pulseira.

O fato de o Orbit ser à prova d’água, contar com uma bateria que aguenta cinco dias e ser confortável contam muitos pontos para a pulseira. Mas o preço do dispositivo (120 dólares nos Estados Unidos, ou R$ 271) deve afugentar seus compradores no Brasil.

É bom lembrar que avaliamos um aparelho de testes, ou seja, não é o que o consumidor vai receber na hora de comprar o produto. Até lá, essas falhas devem ser corrigidas, permitindo um melhor funcionamento do dispositivo, que ainda não tem previsão para chegar ao Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: