Microsoft volta atrás com cor da “tela da morte” no Windows 11

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft volta atrás com cor da “tela da morte” no Windows 11
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

A Microsoft anunciou  a versão 22000.346 do Windows 11 para usuários no programa de testes Windows Insider dos canais Beta e Release Preview, trazendo de volta a famigerada tela azul "da morte". Esse tipo de aviso ocorre quando um dispositivo encontra um erro do qual não consegue se recuperar e a maquina precisa ser reiniciada.

A "queridinha" mensagem sofreu uma mudança ainda na versão de prévia do novo sistema operacional (SO) em julho, quando mudou de cor do fundo para preto. Parece que a companhia não achou a mudança apropriada e reverteu para o tradicional azul, alinhando-se ao padrão dos SOs anteriores.

A volta a uma estética familiar também poderá facilitar usuários pouco familiarizados com tecnologia a identificar que há um problema no computador. Existe até uma comunidade no Reddit dedicada a reproduzir as telas "da morte" encontradas em ambientes públicos, como metrôs e outdoors.

O retorno ao azul também faz sentido com o resto da identidade visual do sistema, que usa a cor em diversos elementos da interface quando está em modo "claro", e aproveita a tonalidade em materiais promocionais. A empresa chegou até a lançar um sorvete temático com a cor do Windows 11 chamado "Bloomberry" para promover o lançamento.

Mais novidades

A atualização 22000.346 também trouxe o suporte para os emojis 2D 13.1, fortalecendo ainda mais a ideia de que os clientes não receberão as carinhas 3D animadas que esperavam após um trailer divulgado em julho.

Além disso, uma série de erros foram consertados no SO, como problemas de renderização da barra de tarefas e no menu "Iniciar", questões de áudio e Bluetooth, erros em executar apps 32-bits, no explorador de arquivos e mais.