Usuários do iPhone estão aderindo menos ao iOS 15, mostra pesquisa

1 min de leitura
Imagem de: Usuários do iPhone estão aderindo menos ao iOS 15, mostra pesquisa
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Segundo dados divulgados na última semana pela empresa de análises de negócios Mixpanel, passadas mais de 48 horas do lançamento do sistema operacional iOS 15 da Apple para o público, apenas 8,59% dos usuários do iPhone haviam atualizado os seus dispositivos. No sistema anterior, o iOS 14, esse percentual foi de 14,68% no mesmo período analisado.

Como a empresa da Maçã não divulgou oficialmente os dados sobre os updates, a Mixpanel mediu a atualização para o iOS 15 tendo como base o acesso de usuários do sistema a sites e aplicativos que usam os seus kits de desenvolvimento de software (SDKs). Embora o iOS 15 esteja bastante estável, é possível que muitos usuários relutem em fazer a atualização, pelo receio de bugs que historicamente ocorrem nos primeiros dias de uso.

Por que o iOS 14 foi mais atualizado do que o iOS 15?

iPhones antigos não mostram iOS 15 (Fonte: Apple/Reprodução.)iPhones antigos não mostram iOS 15 (Fonte: Apple/Reprodução.)Fonte:  Apple 

Um dos motivos que têm sido apontados para essa menor adesão ao iOS 15 é que, pela primeira vez, a Apple decidiu manter o sistema operacional anterior para quem não desejar fazer o upgrade. Ou seja, você pode continuar com a versão iOS 14.8 e, mesmo assim, continuar recebendo patches de segurança importantes.

Outro detalhe é que, mesmo se o dispositivo continuar executando o iOS 14.8, a Apple não está mais notificando o usuário, mostrando uma etiqueta vermelha. O prompt de atualização para o iOS 15 desta vez não é tão chamativo. Alguns modelos mais antigos de iPhones não estão nem mesmo exibindo a opção de atualização para o novo sistema operacional.

Quanto à questão de segurança entre as duas versões, é bom lembrar que as notas de segurança da Apple para o iOS 14.8 identificaram duas vulnerabilidades "ativamente exploradas" pelo spyware Pegasus. Já as notas de segurança do iOS 15 nem chegam a mencionar essas vulnerabilidades, o que pode significar que elas podem ter sido corrigidas na nova versão.

Fontes