YouTube: assinantes Premium testam Picture-In-Picture em iPhones

1 min de leitura
Imagem de: YouTube: assinantes Premium testam Picture-In-Picture em iPhones
Imagem: Hello I'm Nik/Unsplash/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Em junho, o YouTube anunciou o suporte ao recurso Picture-in-Picture (PiP) para dispositivos iOS. Agora, a novidade está disponível por tempo limitado apenas para assinantes do YouTube Premium.

Em especial, o PiP possibilita assistir vídeos da plataforma em um mini-player enquanto a pessoa usa outros apps. A atual experiência faz parte do teste realizado pela Google e se encerra no dia 31 de outubro.

Usuários Premium devem acessar o site do YouTube para ativar o PiP.Usuários Premium devem acessar o site do YouTube para ativar o PiP.Fonte:  YouTube Labs 

Como habilitar o Picture-In-Picture no iOS

Para habilitar o PiP nos dispositivos iOS, os assinantes do YouTube Premium devem seguir os seguintes passos:

  • Acesse a página YouTube.com/new, enquanto estiver conectado à conta do Google. Lembrando que o recurso está disponível somente para assinantes do YouTube Premium.
  • Procure a opção “Picture-In-Picture no iOS”.
  • Clique em “Experimente”.
  • Abra o aplicativo YouTube no iPhone ou iPad e inicie um vídeo.
  • Feche o app (arraste para cima ou clique no botão home) e o vídeo continuará sendo exibido em um mini-player.

Conforme o 9to5Google, os usuários conseguirão usar o recurso no iPhone e no iPad. Contudo, pode ser necessário excluir e reinstalar o software para a ferramenta funcionar.

Com o PiP, um mini-player é exibido enquanto o usuário mexe em outros apps.Com o PiP, um mini-player é exibido enquanto o usuário mexe em outros apps.Fonte:  Daniel Yount/Reprodução 

Outras vantagens do PiP

O mini-player PiP do YouTube traz os controles padrões do aplicativo da plataforma. Também há atalhos para retornar e fechar o app, enquanto o movimento de pinça com os dedos ajuda a aumentar ou diminuir a tela.

Caso o display do dispositivo seja bloqueado, o conteúdo exibido em PiP será pausado. Então, o usuário pode retomar a exibição usando o controle de mídia da tela de bloqueio.

Após o período de testes, o YouTube deve realizar os ajustes finais na ferramenta antes de liberar para todos os usuários de iPhones e iPads. Isso também inclui as pessoas que não assinam o YouTube Premium.