Justiça da Índia ordena fim da pirataria de filme no WhatsApp

1 min de leitura
Imagem de: Justiça da Índia ordena fim da pirataria de filme no WhatsApp
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A Suprema Corte de Deli, na Índia, tomou uma decisão em julgamento que pode virar precedente no país em casos de pirataria. Em uma ação judicial contra o WhatsApp, o juiz determinou que o mensageiro suspensa contas, compartilhe dados de suspeitos e impeça o compartilhamento de filmes pirateados pela plataforma.

Segundo o site TorrentFreak, o caso envolve o filme de ação "Radhe: Your Most Wanted Bhai", que foi recentemente lançado e era bastante aguardado no país. Estreando apenas em plataformas digitais por causa da pandemia, ele acabou disseminado de forma ilegal em meios como Telegram e WhatsApp.

"Radhe", o filme que provocou a discórdia no país."Radhe", o filme que provocou a discórdia no país.Fonte:  Zee Entertainment 

A produtora Zee Entertainment não gostou do resultado e, após encontrar cópias ilegais do filme, iniciou a ação judicial com auxílio da divisão policial de crimes virtuais do país.

Pode piorar

Segundo o processo, a produtora solicitou que oito pessoas acusadas de fazer o download e compartilhar ilegalmente o filme pelo mensageiro sejam formalmente denunciadas. Caso isso aconteça, a empresa pode fazer com que os dados pessoais dos usuários sejam enviados pelo Facebook para formalizar o processo.

Já o WhatsApp terá que suspender a conta de dois dos acusados e impedir que o arquivo seja espalhado em grupos e contas da plataforma. O julgamento será retomado em 1º de junho deste ano com a decisão do tribunal.

Justiça da Índia ordena fim da pirataria de filme no WhatsApp