Inteligência artificial ‘revela’ fotos históricas em alta resolução

1 min de leitura
Imagem de: Inteligência artificial ‘revela’ fotos históricas em alta resolução
Imagem: Time-Travel Rephotography/Divulgação
Avatar do autor

Muitas figuras históricas ficaram eternizadas em fotografias em preto e branco distorcidas pelas limitações das antigas câmeras. Entretanto, o Time-Travel Rephotography está atualizando esses registros com a ajuda de uma inteligência artificial.

Simulando uma viagem no tempo com câmeras modernas, a técnica transforma fotos antigas em imagens em alta resolução. O projeto foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Washington, da Universidade de Berkeley e do Google Research.

À esquerda, uma foto original de Albert Einstein; à direita, a imagem editada no Time-Travel Rephotography.À esquerda, uma foto original de Albert Einstein; à direita, a imagem editada no Time-Travel Rephotography.Fonte:  Time-Travel Rephotography/Reprodução 

Usando uma rede neural batizada de StyleGAN2, a técnica faz colorização, correção de cores e outras ações como redução e filtragem de ruído. O processo completo é realizado em uma única etapa e apresenta resultados impressionantes.

O complexo trabalho de restauração se torna simples graças ao uso da inteligência artificial. Alimentada por um enorme banco de dados de fotos digitais, ela reproduz imagens que compartilham similaridades com a foto original em preto e branco – porém, em cores.

Indo além, o Time-Travel Rephotography detecta as limitações dos filmes usados na época e corrige certos problemas como contraste e exposição. Tal como, ele remove manchas e outras possíveis falhas que afetavam as antigas revelações.

Humanização das figuras históricas

Outro ponto de destaque do Time-Travel Rephotography é a capacidade do sistema em analisar o impacto da luz na pele. Esse detalhe ajuda a identificar com maior precisão o tom de pele das figuras fotografadas.

Para mais, as correções deixam as pessoas mais "saudáveis" do que nos originais. Isso porque a qualidade dos filmes antigos e outras limitações da época não permitiam capturar com precisão as aparências – exagerando certos aspectos.

O que explica o motivo pelo qual as fotos de tantas figuras históricas do início do século XX evidenciarem rugas profundas, rostos encovados e manchas exageradas. Felizmente, isso não era um reflexo da “vida sofrida” daqueles tempos.