Backup: o que é e como fazer? [Tutorial completo]

2 min de leitura
Imagem de: Backup: o que é e como fazer? [Tutorial completo]
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Em tradução livre, backup significa "cópia de segurança", representando assim uma cópia de dados que é armazenada em outro local. É importante ressaltar que um backup precisa necessariamente ser salvo em outro disco, dispositivo ou nuvem, afinal, manter todos os dados em um único local não é nada seguro.

Sistemas operacionais, mensageiros, apps e diversos outros serviços oferecem a solução de backup integrada ao software, o que pode facilitar muito a vida de quem precisa manter seus dados em segurança. O próprio Windows também oferece recurso de backup automático, mas vamos listar outras formas de manter uma cópia de dados importantes.

Principais modos de backup incluem cartões, pen drives e HDs externos.Principais modos de backup incluem cartões, pen drives e HDs externos.Fonte:  Reprodução/Pixabay 

Como o backup funciona?

Existem algumas formas de fazer backup, porém é importante observar que existem diversos serviços que podem oferecer o recurso nativamente, facilitando todo o processo.

No Android, por exemplo, o app Google Fotos pode realizar o upload das capturas do dispositivo móvel diretamente para a nuvem do Google, permitindo que o usuário defina qual é o tipo de arquivo que deve ser enviado para a nuvem e em qual modo de conexão – rede móvel ou apenas Wi-Fi.

No Windows, o OneDrive oferece uma funcionalidade similar, permitindo que o usuário selecione quais pastas do sistema operacional devem ter o conteúdo duplicado para a nuvem. O que vale não só para fotos, mas também para documentos de texto e pastas do sistema.

Além disso, existem soluções de terceiros, como DropBox e Google Drive, que contam com softwares que podem ser instalados em sistemas Windows, permitindo ao usuário ter um recurso similar ao do nativo OneDrive, no qual é possível selecionar as pastas que devem ter backup automático sempre que houver uma alteração nos arquivos.

Outro app que realiza backups automáticos é o WhatsApp, que é capaz de salvar as conversas na nuvem, possibilitando o acesso novamente mesmo que o celular seja formatado.

HD Externo

Uma das maneiras de manter os arquivos a salvo é realizando cópias de segurança em HDs ou discos externos. Um HD externo não requer um investimento tão alto, sendo uma das maneiras mais cômodas de armazenar backups.

É possível utilizar adaptadores que transformam qualquer HD em um disco externo, e eles estão disponíveis no formato de docks que se conectam ao PC por meio de uma porta USB ou por meio de cases, que são adaptadores para discos de 2,5 mm, como os HDs de notebooks.

HD externo de 1 TB da Samsung.HD externo de 1 TB da Samsung.Fonte:  Divulgação/Samsung 

Nuvem

Outra opção para salvar os arquivos mais importantes é utilizando um dos serviços de armazenamento em nuvem disponíveis, como Google Drive, OneDrive, iCloud e outros. Porém, de acordo com o plano ou oferta de assinatura, o espaço de armazenamento dessa modalidade pode ser limitado.

Além disso, para conseguir realizar o backup ou mesmo para acessar os arquivos armazenados, a nuvem exige conexão com a internet, então cabe ficar atento se terá como subir ou acessar os arquivos, pois isso será de acordo com a disponibilidade de conexão.

Outro ponto positivo do armazenamento em nuvem é poder acessar os arquivos salvos por meio de qualquer dispositivo conectado, dando mais versatilidade ao uso da nuvem no dia a dia.

Outras mídias físicas

Caso o sistema ainda tenha um leitor de mídias, como DVD ou Blu-Ray, é possível armazenar os arquivos em discos, o que não é tão comum atualmente, mas pode ser interessante para quem tem um gravador disponível.

Outra forma é utilizar pen drives ou cartões SD, considerando que essa modalidade de armazenamento ganhou muito em densidade com a evolução da tecnologia e hoje permite que uma quantidade de dados massiva seja salva.

Backup: o que é e como fazer? [Tutorial completo]