Crie microsserviços tolerantes a falhas

2 min de leitura
Patrocinado
Imagem de: Crie microsserviços tolerantes a falhas
Avatar do autor

Equipe TecMundo

@tec_mundo

Resumo

Esse padrão de código do desenvolvedor demonstra a implementação de um aplicativo Open Liberty usando o Eclipse MicroProfile no Kubernetes. Ele usa o Prometheus para extrair as métricas de aplicativos e a plataforma Grafana para análise e monitoramento. O aplicativo usa o MicroProfile Release 2.1 e foca na tolerância a falhas, que é um dos recursos dessa edição.

Descrição

Todos os microsserviços falham, e é importante criar microsserviços resilientes. A tolerância a falhas do Eclipse MicroProfile fornece uma solução simples, configurável e flexível para a criação de um microsserviço tolerante. Ele oferece as seguintes políticas:

  • Tempo limite: defina uma duração para o tempo limite.

  • Repetir: defina um critério para quando tentar novamente.

  • Fallback: fornece uma solução alternativa para uma execução que falhou.

  • Bulkhead: isola falhas em parte do sistema enquanto o restante pode seguir funcionando.

  • CircuitBreaker: oferece uma modalidade de sistema de falha rápida ao automaticamente implementar a falha de execução a fim de impedir a sobrecarga do sistema e tempo de espera ou tempo limite indeterminados para os clientes.

  • Programação assíncrona: execute a operação de forma assíncrona.

A concepção principal é separar a lógica de execução da execução. A execução pode ser configurada com políticas de tolerância a falhas.

O MicroProfile é um parâmetro de definição da plataforma que otimiza o Enterprise Java para uma arquitetura de microsserviços e fornece portabilidade do aplicativo para vários tempos de execução do MicroProfile. Desde o lançamento do MicroProfile 1.2, o recurso de métricas está incluso no pacote da plataforma.

O aplicativo de amostra usado é uma aplicação da web para o gerenciamento de uma conferência e baseia-se em uma série de microsserviços discretos. O front end está escrito em Angular; os microsserviços de suporte estão em Java. Todos são executados no Open Liberty, em contêineres do Docker gerenciados pelo Kubernetes. A base é o demo de um aplicativo da equipe da plataforma MicroProfile. A amostra em chamada fork do aplicativo foi convertida para usar o Open Liberty e o Microprofile Metrics, que faz parte do Microprofile Release 2.1.

Fluxo

Fluxo do KubernetesFluxo do Kubernetes

  • Crie o serviço Kubernetes na IBM Cloud.

  • Implante todos os microsserviços no cluster Kubernetes.

  • Implante o servidor Prometheus como um serviço no cluster Kubernetes.

  • Implante o Grafana como um serviço no cluster Kubernetes.

  • Use o ingresso do gateway para expor a aplicação da web do cluster Kubernetes.

  • O usuário acessa a aplicação da web através do navegador.

Instruções

Pronto para começar? Veja o README para instruções passo a passo.

...

Quer ler mais conteúdo especializado de programação? Conheça a IBM Blue Profile e tenha acesso a matérias exclusivas, novas jornadas de conhecimento e testes personalizados. Confira agora mesmo, consiga as badges e dê um upgrade na sua carreira!

Crie microsserviços tolerantes a falhas