PUBG Mobile e mais de 100 apps chineses são banidos da Índia

1 min de leitura
Imagem de: PUBG Mobile e mais de 100 apps chineses são banidos da Índia
Imagem: Tencent Games/Reprodução
Avatar do autor

O governo da Índia anunciou hoje (2) o banimento de mais de 100 apps baseados na China ou vinculados ao país. Um dos destaques na lista divulgada pelo Ministério de Eletrônica e Tecnologia da Informação indiano é a versão móvel do jogo PlayerUnknown’s Battlegrounds, popularmente conhecida como PUBG Mobile.

A justificativa alegada pelas autoridades, para a proibição do game que pertence à empresa chinesa Tencent e aos demais softwares, é o suposto envolvimento de tais aplicativos em “atividades prejudiciais à soberania e integridade da Índia”, conforme as explicações divulgadas pelo órgão.

No documento, o Ministério afirma ter recebido muitas denúncias de cidadãos preocupados com a privacidade, pois seus dados estariam sendo monitorados sem autorização e transmitidos para servidores localizados fora do país. A ação tomada pelas autoridades objetiva “salvaguardar os interesses de milhões de usuários indianos”.

A versão móvel de PUBG tem dezenas de milhões de jogadores em todo o mundo.A versão móvel de PUBG tem dezenas de milhões de jogadores em todo o mundo.Fonte:  Unsplash 

Curiosamente, o comunicado não cita diretamente a China como a responsável pelo suposto roubo de dados. Mas de acordo com o The Verge, a proibição possui relação com o aumento das tensões entre os dois países, devido a uma intensa disputa pela fronteira do Himalaia.

Outros apps banidos

A lista divulgada pelo governo tem um total de 118 apps chineses banidos da Índia. Além do PUBG Mobile, que conta com milhões de jogadores no país, ela também inclui outros serviços com muitos usuários na região.

Entre eles, estão o buscador Baidu e a plataforma de pagamento móvel Alipay, que pertence ao mesmo grupo da gigante do comércio online AliExpress. Navegadores, players, editores e apps de câmera também fazem parte dos programas proibidos.

Na lista, há ainda dois serviços de VPN que possibilitam o uso do TikTok — o famoso serviço de vídeos já havia sido banido da Índia em junho, juntamente com o WeChat e outras dezenas de softwares, por problemas parecidos.

PUBG Mobile e mais de 100 apps chineses são banidos da Índia