Novo Wear OS da Google 'acelera relógios' e ensina lavar as mãos

1 min de leitura
Imagem de: Novo Wear OS da Google 'acelera relógios' e ensina lavar as mãos
Imagem: 9to5Google/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Google vai lançar, nos próximos dias, uma atualização do seu sistema operacional para wearables, o Wear OS. Com as melhorias, a empresa garante que os aplicativos vão carregar até 20% mais rapidamente e o pareamento do celular também vai levar menos tempo. O novo sistema ainda garante suporte aos novos chipsets Snapdragon Wear 4100 e 4100+ da Qualcomm.

Segundo comunicado da empresa, “estamos tornando mais rápido o acesso às suas informações e o início dos seus aplicativos, simplificando o processo de emparelhamento para facilitar a integração. Há melhorias em nosso SysUI para controles mais intuitivos e gerenciamento de diferentes modos de observação e exercícios”.

Uma das novidades é decorrente da pandemia de covid-19: um cronômetro para ninguém lavar as mãos por menos que 40 segundos.

. 

A atualização vai oferecer ainda uma nova interface para a previsão do tempo, com “o objetivo de facilitar sua leitura no trânsito, com um detalhamento de hora em hora do clima no momento, ajudando o usuário a planejar com antecedência seu caminho ao fornecer informações sobre alertas meteorológicos importantes”.

A previsão do tempo ficou mais fácil de ser lida.A previsão do tempo ficou mais fácil de ser lida.Fonte:

O melhor do Android 11

A empresa também está liberando recursos para desenvolvedores de aplicativos, incluindo o Android Studio, a linguagem Kotlin e mais bibliotecas Jetpack. A intenção é desenvolver e refinar mais apps no Wear OS, “trazendo o melhor do Android 11 para wearables”.

Segundo a Google, a família de smartwatches acaba de aumentar: além dos populares Fossil Gen 5 Smartwatch, Samsung Galaxy Watch Active2, Mobvoi TicWatch Pro/4G e TicWatch C2+, Skagen Falster 3 e Moto 360 (e as sofisticadas linhas das icônicas Louis Vuitton, Tag Heuer e Montblanc) rodam agora o SO da Google os relógios inteligentes da Oppo, da Suunto e da Xiaomi.

A empresa não informou a data em que as atualizações serão liberadas, mas a previsão é que ela esteja nos wearables que usam o Wear OS entre os meses de setembro e outubro.

Novo Wear OS da Google 'acelera relógios' e ensina lavar as mãos