Android agora possui detector de terremotos

1 min de leitura
Imagem de: Android agora possui detector de terremotos
Imagem: Google/Reprodução
Avatar do autor

A Google está introduzindo notificações de terremotos aos dispositivos Android. Por enquanto exclusivo para residentes da Califórnia, Estados Unidos, o ShakeAlert utiliza a quantidade de dados massiva dos sensores acelerômetros de smartphones para detectar tremores e notificar usuários sobre eventos sísmicos.

Basicamente, o sistema introduzido funciona tanto para detectar, quanto para alertar sobre os tremores. Os dados coletados pelos sensores acelerômetro de celulares são combinados a milhares de outros em servidores da Google. O montante de dados simula a coleta de dados de um sismógrafo, retornando com detalhes a localização do terremoto, sua escala e quais ações tomar para se proteger.

Se pesquisado no app ou página da Google, o celular exibirá a região afetada pelos tremores e sua intensidade; contudo, se for detectado nas proximidades, o tremor é exibido em tela cheia no smartphone Android com as devidas indicações para proteção.

Terremoto Android

Ainda assim, a Google não coletará dados de usuários que escolheram proteger suas informações — tampouco os impedirá de receber notificações de eventos sísmicos. Somente dados de voluntários serão coletados para detecção dos tremores, o que já forma uma enorme rede de informações.

Opções de acessibilidade

Outras importantes adições incluem o aprimoramento do modo de acessibilidade. Agora, todo celular com Android 6.0 ou superior tem recurso de leitura em voz alta, escâner de documentação de alimentos e novas tabelas nutricionais mais legíveis para pessoas com deficiência visual. Será disponibilizado para francês, italiano, alemão e espanhol.

Ademais, o Android Emergency Location System é mais uma interessante adição ao Android 4.1 ou superior. A ferramenta te ajuda a se comunicar com autoridades locais ao informar o idioma padrão do seu smartphone em ligações para socorristas ou policiais, na tentativa de garantir que o usuário conversará com alguém que entenda sua língua.

Por fim, o Nearby Share também merece atenção por facilitar o compartilhamento de arquivos entre celulares próximos, escolhendo o melhor método entre Bluetooth, WebRTC e Wi-Fi para transferir mídia, documentos, links e mais, até mesmo sem conexão com a internet.

Android agora possui detector de terremotos