Usuários baixaram quase 38 bilhões de apps no 2º trimestre

1 min de leitura
Imagem de: Usuários baixaram quase 38 bilhões de apps no 2º trimestre
Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/telefone-celular-smartphone-m%C3%A3o-1419275/
Avatar do autor

De acordo com dados da Sensor Tower, os usuários de dispositivos móveis, juntando as lojas do Android e do iOS, baixaram 37,8 bilhões de aplicativos em todo o mundo, neste segundo trimestre de 2020. É um recorde histórico para o segmento, que registrou um crescimento de mais de 31%. Foi o trimestre mais bem sucedido para plataformas desse tipo em todos os tempos.

Na Play Store, o crescimento foi de 34,9%, com o número de instalações chegando a mais de 28 bilhões. Já na App Store, o crescimento foi de 22,6%, indo para o patamar de 9,1 bilhões de instalações.

Se somarmos o desempenho das duas plataformas, alcançamos um crescimento de 31,7%, com 37,8 bilhões de apps instalados.

Fonte: Pixabay/ReproduçãoFonte: Pixabay/ReproduçãoFonte:  Pixabay 

Zoom e TikTok no topo

Quem está por dentro das notícias de tecnologia, pode imaginar quais foram os apps mais baixados desse período: exatamente o TikTok e o Zoom.

O Zoom, inclusive quebrou o recorde de downloads na App Store, que era do TikTok. O app de videoconferências teve quase 94 milhões de instalações neste segundo trimestre, sendo que o recorde do TikTok era 67 milhões de instalações.

Na Play Store, o Zoom cresceu 200%, atingindo mais de 200 milhões de downloads. Mesmo assim, ainda não conseguiu ultrapassar a marca do TikTok, que acabou ficando com a coroa, tanto na plataforma do Android como quando consideramos as duas lojas juntas.

Agora, se isolarmos os downloads provenientes dos EUA e da Europa, o Zoom se destacou como app mais baixado, tanto na Play Store quanto na App Store.

A pandemia ditou as regras

De acordo com a Sensor Tower, os downloads foram fortemente influenciados pela condição de pandemia do novo coronavírus, tanto em números quanto em relação às categorias das aplicações mais bem-sucedidas.

As categorias de apps que mais cresceram foram as de negócios, educação e saúde & fitness. Já as categorias que amargaram declínio, presumivelmente, foram as de navegação, esportes e viagens.

Mais que downloads, os dados também registraram um aumento significativo na receita global de aplicativos neste primeiro semestre de 2020.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Usuários baixaram quase 38 bilhões de apps no 2º trimestre