Pessoa mais rica da Índia lança 'concorrente seguro' para o Zoom

1 min de leitura
Imagem de: Pessoa mais rica da Índia lança 'concorrente seguro' para o Zoom
Avatar do autor

O conglomerado indiano Jio é mais uma empresa a entrar no disputado mercado das plataformas de videoconferência. A mais recente alternativa do setor é o JioMeet, recentemente disponibilizado para Android, iOS, macOSe Windows 10, além dos navegadores Google Chrome e Firefox.

Entre as funções, o serviço é um dos mais ambiciosos: oferece ligações de áudio e vídeo em alta definição sem limitar a duração da chamada e para até 100 participantes por conversa, login múltiplo para até cinco dispositivos. Por enquanto, o JioMeet é totalmente gratuito e não há informações sobre eventuais planos pagos no futuro.

Como recursos de segurança, para evitar invasões indesejadas em palestras e reuniões, a plataforma tem um recurso de senha e sala de espera para a entrada de convidados. É possível até agendar uma reunião e avisar os interessados para marcá-la com antecedência.

A interface mobile do JioMeet.A interface mobile do JioMeet.Fonte:  Google Play Store 

Além disso, há um "Safe Driving Mode" para quem está usando o recurso de chamadas enquanto está no trânsito. Por enquanto, não há detalhes a respeito da qual nível de criptografia é empregado nas chamadas.

A empresa responsável pelo JioMeet é financiada por Mukesh Ambani, o homem mais rico da Índia, e é também uma operadora de internet e telefonia. A concorrência que ele vai encarar é pesada: além do tradicional Skype, serviços como Google Meet, Microsoft Teams e o fenômeno Zoom já conquistaram boa parte do público em tempos de pandemia do novo coronavírus.

Pessoa mais rica da Índia lança 'concorrente seguro' para o Zoom