Bom Prato cria aplicativo para cadastrar moradores de rua em São Paulo

1 min de leitura
Imagem de: Bom Prato cria aplicativo para cadastrar moradores de rua em São Paulo
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

Com o apoio de tecnologias da Microsoft, o programa Bom Prato está disponibilizando um aplicativo  que visa viabilizar refeições pelo preço simbólico de R$ 1 para moradores em situação de rua em São Paulo. O aplicativo foi criado por meio da plataforma Power Apps, doada pela Microsoft, e permite a identificação por meio de um QR Code único para cada morador de rua, que depois é impresso em um cartão.

A coleta e inserção de informações como nome, localidade e data de nascimento no app ficam a cargo de agentes da Prefeitura de São Paulo, que também distribui cartões aos cadastrados. Todos os dados de cadastro e os QR Codes são armazenados e gerenciados no Dynamics 365, conjunto de aplicativos de negócio baseado na nuvem da Microsoft.

Por enquanto, a coleta de informações e cadastrando dos moradores de rua acontece em três pontos: Largo da Concórdia, Pateo do Collegio, e Praça Princesa Isabel. Os CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e o POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua) também farão o cadastramento. Depois da fase piloto em São Paulo, a expectativa é que a gratuidade seja ampliada para moradores de rua em outros municípios paulistas. 

"Estamos focados em apoiar iniciativas que beneficiem a população por meio da tecnologia. Esse projeto em parceria com o Bom Prato é essencial para que a população de moradores de rua possa continuar a ter alimentação nesse momento tão desafiador que estamos vivendo e o uso da tecnologia é fundamental para que se possa fazer isso de forma organizada", diz Alessandra Karine, vice-presidente de Setor Público da Microsoft Brasil.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Bom Prato cria aplicativo para cadastrar moradores de rua em São Paulo