Spotify remove limite de 10 mil músicas por biblioteca do usuário

1 min de leitura
Imagem de: Spotify remove limite de 10 mil músicas por biblioteca do usuário
Imagem: Divulgação
Avatar do autor

Tem quem goste de adicionar tudo quanto é música às bibliotecas de plataformas de streaming, só que no Spotify existia um limite um tanto incômodo. Ao atingir 10 mil faixas, era preciso remover títulos para que outros fossem incluídos. No entanto, na manhã desta terça-feira (26), um representante da empresa anunciou que agora todos podem salvar quantas faixas quiserem.

Usuários já solicitam esse tipo de liberação há um bom tempo, uma vez que o Spotify conta com mais de 50 milhões de músicas disponíveis. A justificativa da companhia para não implementar o recurso foi dada em 2017: segundo ela, menos de 1% dos consumidores atingiam o limite.

Se esse cenário mudou, ainda é um mistério, mas o fato é que outras restrições permanecem ativas, como o fato de playlists ainda estarem limitadas a 10 mil faixas cada uma, assim como o número de downloads da mesma quantidade de músicas para cada aparelho registrado.

De acordo com o Spotify, a novidade está sendo implementada aos poucos. Ainda assim, todas as contas serão contempladas com a ação. É só questão de tempo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Spotify remove limite de 10 mil músicas por biblioteca do usuário