Galaxy S7 e S7 Edge não receberão mais atualizações da Samsung

1 min de leitura
Imagem de: Galaxy S7 e S7 Edge não receberão mais atualizações da Samsung
Imagem: Samsung/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Samsung removeu os modelos Galaxy S7 e S7 Edge da sua lista de smartphones que deverão receber as próximas atualizações de segurança. Lançados em 2016, ambos receberam quatro anos de atualizações – sendo duas delas de versões completas do Android.

Lançados com o Android 6.0 Marshmallow, os dispositivos passaram pelo Android 7.0 Nougat e, por fim, receberam o Android 8.0 Oreo. O último patch de segurança lançado para estes dois aparelhos foi distribuído até marços deste ano.

O único modelo da linha Galaxy S7 que ainda consta na lista da Samsung é o Galaxy S7 Active, que foi lançado em junho de 2016 em alguns mercados (o Brasil não foi um deles). Potencialmente, a próxima atualização de segurança também será a última para este modelo.

O que acontece agora?

Em suas principais linhas de smartphones, a Samsung garante quatro anos de atualizações mensais de segurança a partir da data de lançamento. De sistema, por outro lado, a fabricante garante atualizações por dois anos.

Se um smartphone for lançado com Android 10 e fizer parte de linhas como a Galaxy S, por exemplo, ele também receberá o Android 11 e Android 12.

Desta forma, as unidades do Galaxy S7 e S7 Edge que estão no mercado receberam a última atualização de segurança no último mês. Isto significa que as correções para falhas de segurança deixam de ser disponibilizadas a partir de agora.

Usuários precisam considerar o risco de acabarem infectando seus smartphones com malwares e outras ameaças digitais, tendo em vista que uma brecha futura (se encontrada, no caso) poderá ser explorada por cibercriminosos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Galaxy S7 e S7 Edge não receberão mais atualizações da Samsung