Pioneiros da Pixar ganham 'Nobel da computação' por animações 3D

1 min de leitura
Imagem de: Pioneiros da Pixar ganham 'Nobel da computação' por animações 3D
Fonte: Pixar
Avatar do autor

Dois dos principais executivos da história da Pixar foram anunciados nesta quarta-feira (18) como os vencedores da edição de 2019 do ACM A.M. Turing Award, uma premiação que é conhecida como o "Nobel da computação".

Segundo a descrição da própria organização, a escolha de Pat Hanrahan e Ed Catmull se deu por "contribuições fundamentais aos gráficos de computação em 3D, e o impacto revolucionário que essas técnicas tiveram em imagens geradas por computador (CGI) no cinema e em outras aplicações". A dupla é tida ainda como precursora indireta em indústrias como a de realidade aumentada e virtual, além do desenvolvimento de melhorias gráficas em games.

Catmull é ex-presidente da Pixar e da Disney Animation Studios, sendo considerado um dos grandes responsáveis pela popularização da técnica de animação desenvolvida no estúdio. O software utilizado, chamado de RenderMan, foi licenciado mais tarde e ajudou a criar efeitos especiais para diversas franquias, desde O Senhor dos Aneis até a trilogia de prequels de Star Wars.

Ed Catmull.Ed Catmull.Fonte:  Pixar 

Hanharan, que foi um dos fundadores do estúdio, saiu de lá depois de três anos. Ainda assim, suas contribuições técnicas são tidas como essenciais. Atualmente, ele é professor na Universidade de Stanford e ajudou a revolucionar outro setor: o de placas de vídeo, já que foi um dos responsáveis pela criação da linguagem Brook, depois evoluindo para produtos comerciais como o OpenGL e a CUDA, da NVIDIA.

A principal revolução citada é a criação do primeiro Toy Story, em 1995. Considerado a primeira animação totalmente feita em computação gráfica do cinema (embora haja uma polêmica nessa história), o longa-metragem só foi possível graças ao trabalho da equipe. A Pixar foi originalmente fundada em 1986 como uma divisão da Lucasfilm, sendo depois adquirida por Steve Jobs no período em que o executivo foi afastado da Apple. Atualmente, ela faz parte do conglomerado da Disney.

Pat Hanrahan.Pat Hanrahan.Fonte:  Tableau Research 

O Turing Award é entregue anualmente desde 1966 e inclui um prêmio em dinheiro de US$ 1 milhão, com o custeamento garantido pela Google.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Pioneiros da Pixar ganham 'Nobel da computação' por animações 3D