Novo Microsoft Edge tem falhas de segurança, diz Google

1 min de leitura
Imagem de: Novo Microsoft Edge tem falhas de segurança, diz Google
Avatar do autor

O novo navegador Microsoft Edge, lançado em janeiro deste ano, recebeu críticas do Google sobre seus mecanismos de segurança. Sem entrar em detalhes, a desenvolvedora disse que o Edge não é a melhor opção para usuários que querem utilizar as extensões disponíveis na Chrome Web Store.

Segundo a Microsoft, o novo Edge é baseado em Chromium e tem compatibilidade com todas as versões com suporte do Windows e do macOS. O destaque, contudo, é que os usuários vão poder finalmente instalar as extensões da Google no navegador. Em seu site, a gigante de Redmond destacou que o lançamento possui “a melhor compatibilidade da classe para sites e extensões, além de recursos internos de privacidade e segurança”.

(Fonte: MSPoweruser/Reprodução)

Usuários do Edge que acessarem a Chrome Web Store podem ver uma caixa de aviso amarela, dizendo “Google recomenda que você instale o Chrome para usar as extensões com maior segurança”. A Microsoft ainda não fez nenhuma declaração em resposta à crítica, dizendo se seu navegador realmente oferece segurança para o uso das extensões assim como o Chrome ou não.

Vale dizer, além disso, que essa rixa entre desenvolvedoras sempre existiu e é algo comum. Por exemplo, a Microsoft recentemente deu uma “alfinetada” no Firefox ao colocar um anúncio no menu Iniciar dizendo “Ainda usando Firefox? Microsoft Edge já chegou”.

Ficamos aguardando esclarecimentos da Gigante de Redmond sobre os supostos problemas se segurança. Contudo, apesar das críticas, as extensões funcionam tão bem no novo Edge quanto no Chrome segundo o site MSPoweruser.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Novo Microsoft Edge tem falhas de segurança, diz Google