Fortnite fora da Play Store: Epic não quer pagar taxa e Google não cede

1 min de leitura
Imagem de: Fortnite fora da Play Store: Epic não quer pagar taxa e Google não cede
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Epic Games distribui Fortnite no Android em um instalador próprio e não colocou o game na Play Store por causa de uma taxa de 30% sobre os ganhos cobrada pela loja da Google. Recentemente, a dona do jogo teria negociado para receber isenção da tarifa e finalmente liberar o popular aplicativo na loja do sistema operacional. A Google, porém, recusou a oferta.

Um porta-voz da gigante da web conversou com o The Verge sobre o assunto e revelou que a companhia não está interessada em abrir uma exceção para a Epic Games. Segundo o comunicado, a dona do Android está de braços abertos para toda e qualquer desenvolvedora e aplicativos com microtransações, mas precisa da taxa de 30% para fazer manutenção e investimentos em sua plataforma.

(Fonte: AndroidPit/Reprodução)

"O Google Play tem um modelo de negócios e uma política de cobrança que nos permitem investir em nossa plataforma e ferramentas para ajudar os desenvolvedores a criar negócios de sucesso, mantendo os usuários seguros", explicou a Google. "Recebemos qualquer desenvolvedora que reconheça o valor do Google Play e esperamos que participe com os mesmos termos válidos para outros desenvolvedores".

Epic Games responde

Após a declaração da Google, a Epic Games comentou o assunto e forneceu esclarecimentos sobre as negociações. Segundo a dona do Fortnite, a companhia não queria utilizar o sistema de pagamento da Play Store nas microtransações.

"A Epic não busca uma exceção especial para si, mas espera ver uma mudança geral nas práticas da indústria de smartphones", diz o comunicado da desenvolvedora. "Acreditamos que vincular um serviço de pagamento obrigatório com uma taxa de 30% é ilegal no caso de uma plataforma de distribuição com mais de 50% de participação no mercado". A empresa, entretanto, paga essa mesma taxa de 30% para a Apple no iOS e nunca demonstrou qualquer insatisfação.

A Google aparentemente planeja começar a bloquear apps instalados no Android fora da sua loja, alegando questões de segurança. Opções alternativas, como a Amazon, e games como Fortnite seriam inutilizados. Como nenhuma das companhias parece disposta a ceder na discussão, talvez Fortnite continue fora da Play Store por um bom tempo. Vale lembrar, inclusive, que a Epic Games também planeja lançar sua própria loja de apps no Android.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Fortnite fora da Play Store: Epic não quer pagar taxa e Google não cede